agosto de 2022
dstqqss
31123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910
Ciclos
Pesquisa
CICLO
Revisitar os Grandes Géneros: A Ficção Científica [II parte]


Nesta segunda parte da nossa revisão do cinema de ficção científica dedicamo-nos à sua “era moderna”, aquela que se seguiu ao impacto de um filme tão crucial para o género como foi o 2001: A SPACE ODYSSEY de Stanley Kubrick. Tempos, também, em que a evolução tecnológica permitia realizar muitas das fantasias projetadas pela ficção científica ao longo dos tempos, e fazer chegar astronautas à lua. No dealbar da década de 1970, o género estava, forçosamente, diferente do que fora até então. E se desde aí, acompanhando a evolução das técnicas de efeitos especiais, se realizaram algumas das maiores, mais espetaculares e mais lucrativas entradas no género da ficção científica (consagrando a sua passagem da série B à primeira e mais expansiva linha de produção, sobretudo, e como é evidente, no caso do cinema hollywoodiano), não é menos verdade que este período também configura a transformação da ficção científica numa espécie de “léxico”, que serviu a vários autores para explorações de universos e temáticas pessoais que, em muitos casos, prolongam os universos e as temáticas que sempre exploraram, independentemente do género em que se inseriram (e se uma das “regras” que nos autoimpusemos para selecionar os filmes do programa foi a preocupação de não repetir autores, é interessante ver como, na maior parte dos casos, os realizadores constantes no programa fizeram muito poucas, e alguns apenas uma, incursões no género). Poderíamos ter ido sobretudo para o espetáculo da ficção científica, as grandes sagas como a de STAR WARS (mas porquê, se mesmo para o caso de George Lucas há o belíssimo THX 1138?), estabelecer um cânone para a época moderna do género. Preferimos ir à volta disso, e propor um percurso que assinale a forma como, na grande indústria ou na margem dela, a “fc” moderna se constituiu num instrumento, ou num conjunto de instrumentos, para um “discurso de autor”.
 
 
01/07/2022, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Revisitar os Grandes Géneros: A Ficção Científica [II parte]

Beneath the Planet of the Apes
O Segredo do Planeta dos Macacos
de Ted Post
Estados Unidos, 1970 - 95 min
 
01/07/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Ciclo Revisitar os Grandes Géneros: A Ficção Científica [II parte]

THX 1138
de George Lucas
Estados Unidos, 1971 - 86 min
02/07/2022, 21h45 | Esplanada
Ciclo Revisitar os Grandes Géneros: A Ficção Científica [II parte]

Silent Running
O Cosmonauta Perdido
de Douglas Trumbull
Estados Unidos, 1972 - 89 min
04/07/2022, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Revisitar os Grandes Géneros: A Ficção Científica [II parte]

Soylent Green
À Beira do Fim
de Richard Fleischer
Estados Unidos, 1973 - 97 min
04/07/2022, 21h45 | Esplanada
Ciclo Revisitar os Grandes Géneros: A Ficção Científica [II parte]

THX 1138
de George Lucas
Estados Unidos, 1971 - 86 min
01/07/2022, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Revisitar os Grandes Géneros: A Ficção Científica [II parte]
Beneath the Planet of the Apes
O Segredo do Planeta dos Macacos
de Ted Post
com James Franciscus, Kim Hunter, Maurice Evans
Estados Unidos, 1970 - 95 min
legendado eletronicamente em português | M/16
sessão com apresentação
O segundo filme (de um total de cinco) da série original do “Planeta dos Macacos”, iniciada dois anos antes com THE PLANET OF THE APES, de Franklin Schafner. BENEATH THE PLANET OF THE APES é uma exploração curiosa da ideia inicial, com novas personagens enviadas em busca do protagonista do primeiro filme (Charlton Heston, que aqui tem apenas uma pequena participação) e uma série de boas ideias narrativas (uma cidade subterrânea habitada por humanos mutantes) bem resolvidas visualmente, sobretudo pela imaginação e cuidado postos no tratamento cenográfico. A exibir em cópia digital.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
01/07/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Revisitar os Grandes Géneros: A Ficção Científica [II parte]
THX 1138
de George Lucas
com Robert Duvall, Donald Pleasence, Don Pedro Colley, Maggie McOmie
Estados Unidos, 1971 - 86 min
legendado em espanhol e electronicamente em português | M/16
George Lucas adaptou este filme de uma curta-metragem que realizou na Universidade, ELECTRONIC LABYRINTH: THX 1138: 4 E B (1967). THX 1138 é uma visão futurista do século XXI como um século em que a esfera íntima das pessoas é controlada através do uso de drogas, o sexo é proibido e todas as pessoas são iguais. O primeiro grande sucesso comercial de George Lucas, aparatosa produção de ficção científica, mas também uma história de amor num futuro então distante.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
02/07/2022, 21h45 | Esplanada
Revisitar os Grandes Géneros: A Ficção Científica [II parte]
Silent Running
O Cosmonauta Perdido
de Douglas Trumbull
com Bruce Dern, Cliff Potts, Ron Rifkin
Estados Unidos, 1972 - 89 min
legendado eletronicamente em português | M/16
Douglas Trumbull (que morreu em fevereiro passado, aos 79 anos) deixou uma marca indelével no cinema de ficção científica como responsável pelos efeitos especiais de filmes como 2001, CLOSE ENCOUNTERS OF THE THIRD KIND ou BLADE RUNNER, entre muitos outros. SILENT RUNNING, um belíssimo filme, foi a primeira das três vezes em que foi ele próprio o realizador. Tem Bruce Dern na pele do “cosmonauta perdido”, a bordo de uma nave-estufa, espécie de Arca de Noé vegetal, que transporta uma extensa variedade de plantas ameaçadas de extinção na Terra (o fundo ecológico da história era, à época, ainda não muito comum). Ficção científica silenciosa, melancólica, vivida em solitário, e um dos grandes filmes subvalorizados dos anos 70 americanos. A exibir em cópia digital.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
04/07/2022, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Revisitar os Grandes Géneros: A Ficção Científica [II parte]
Soylent Green
À Beira do Fim
de Richard Fleischer
com Charlton Heston, Edward G. Robinson, Leigh Taylor-Young, Chuck Connors, Joseph Cotton
Estados Unidos, 1973 - 97 min
legendado em espanhol e eletronicamente em português | M/12
Em SOYLENT GREEN, o ano é 2022. A superpopulação toma conta da cidade de Nova Iorque, com os seus 40 milhões de habitantes, mais de metade deles no desemprego, e com a alimentação reduzida a uma espécie de bolacha sintética (“soylent green”), uma “bomba” prestes a explodir. Charlton Heston é um polícia encarregado de investigar a morte de um ex-dirigente da empresa Soylent, e vai descobrir uma sinistra verdade. O último filme do grande Edward G. Robinson.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
04/07/2022, 21h45 | Esplanada
Revisitar os Grandes Géneros: A Ficção Científica [II parte]
THX 1138
de George Lucas
com Robert Duvall, Donald Pleasence, Don Pedro Colley, Maggie McOmie
Estados Unidos, 1971 - 86 min
legendado em espanhol e electronicamente em português | M/16
George Lucas adaptou este filme de uma curta-metragem que realizou na Universidade, ELECTRONIC LABYRINTH: THX 1138: 4 E B (1967). THX 1138 é uma visão futurista do século XXI como um século em que a esfera íntima das pessoas é controlada através do uso de drogas, o sexo é proibido e todas as pessoas são iguais. O primeiro grande sucesso comercial de George Lucas, aparatosa produção de ficção científica, mas também uma história de amor num futuro então distante.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui