02-09-2014, 15h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Outras Sessões de Setembro
Sylvia Scarlett
de George Cukor
com Katharine Hepburn, Cary Grant, Brian Aherne, Edmund Gwenn
Estados Unidos, 1936 - 90 min
legendado em português | M/12

Foi o fracasso deste filme que fez com que Katharine Hepburn fosse denominada veneno de bilheteira pelos produtores. O público ficou desorientado diante de um filme em que ela está quase todo o tempo a fazer-se passar por um rapaz. A ambiguidade da relação deste “rapaz” com o protagonista masculino, Cary Grant na primeira parceria com a atriz, num misto de atração e irritação, dá ao filme um segundo sentido, muito mais gritante do que o das comédias sofisticadas sobre a “guerra dos sexos”.

02-09-2014, 19h00 | Sala Dr. Félix Ribeiro
E Agora? Lembrando Joaquim Pinto e Nuno Leonel
Surfavela | Com Cuspe e Jeito se Bota no Cu do Sujeito | Entrevista com Yvonne Bezerra de Mello | Porca Miséria
duração total da sessão: 97 min | M/12
com a presença de Joaquim Pinto e Nuno Leonel

SURFAVELA
de Joaquim Pinto, Nuno Leonel
Portugal, 1996 – 39 min
COM CUSPE E JEITO SE BOTA NO CU DO SUJEITO
de Joaquim Pinto, Nuno Leonel
Portugal, 1997 – 21 min
ENTREVISTA COM YVONNE BEZERRA DE MELLO
de Joaquim Pinto, Nuno Leonel
Portugal, 1997 – 33 min
PORCA MISÉRIA
de Joaquim Pinto, Nuno Leonel
Portugal, 2007 – 4 min

Em 1996, SURFAVELA foi o primeiro filme assinado por Joaquim Pinto e Nuno Leonel. Produzido para a ARTE para uma noite temática sobre surf e rodado nas favelas do Cantagalo e da Rocinha, no Rio de Janeiro, aborda o “projeto Surfavela”, que se centra na resistência ao racismo e à existência precária dos jovens dessas favelas através do surf. ENTREVISTA COM YVONNE BEZERRA DE MELLO e COM CUSPE E JEITO SE BOTA NO CU DO SUJEITO estão intimamente ligados. A artista plástica Yvonne Bezerra de Mello que, no regresso ao Brasil depois de vários anos a viver na Europa, se confrontou com a situação de violência sobre as crianças, foi uma figura central na denúncia do massacre de menores na Igreja da Candelária (1993). Esta é uma lúcida e crua entrevista intercalada com imagens de rua, convivendo com a realidade das crianças abandonadas pelos subúrbios do Rio de Janeiro. O trabalho político de Yvonne estende-se à proteção de testemunhas da violência extrajudicial. Em COM CUSPE E JEITO, um invulgar “documentário de culinária”, Gilson “Xica da Silva” demonstra a confeção de uma feijoada à brasileira enquanto evoca com “sentido de humor” o trajeto da sua vida até uma das mais miseráveis favelas de subúrbio onde se ocultam alguns desses sobreviventes. Dez anos depois, contando a história de um porquinho de porcelana de origem francesa que encontra “sossego em mãos pobres mas amigas”, a curta de animação PORCA MISÉRIA torna-se pertinente, evocando o universo brasileiro dos filmes anteriores, ao perceber que nada mudou... Os três primeiros títulos estão associados à produção de Phillip Brooks (Dominant 7) e Antónia Seabra (AS Produções). PORCA MISÉRIA é uma produção Filmebase.
 

02-09-2014, 19h30 | Sala Luís de Pina
Outras Sessões de Setembro
Our Daily Bread
O Pão Nosso de Cada Dia
de King Vidor
com Karen Morley, Tom Keene, Barbara Pepper, John Qualen
Estados Unidos, 1934 - 73 min
legendado em português | M/12

OUR DAILY BREAD é um dos mais impressivos retratos dos tempos da Depressão nos Estados Unidos, contando a história de um casal de citadinos atingidos pela crise que regressa ao campo, formando uma comunidade agrícola com outros na mesma situação. Um dos grandes momentos do cinema: a construção da conduta de água para a plantação.

02-09-2014, 21h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
E Agora? Lembrando Joaquim Pinto e Nuno Leonel
Uma Pedra no Bolso | Santa Maria
duração total da sessão: 100 min | M/12
com a presença de Joaquim Pinto e Nuno Leonel

UMA PEDRA NO BOLSO
de Joaquim Pinto
Portugal, 1987 – 92 min
SANTA MARIA
de Nuno Leonel
Portugal, 1992 – 8 min

 

A sessão reúne as duas primeiras obras de Joaquim Pinto e Nuno Leonel. O primeiro filme de Pinto conta uma história de iniciação e embate com a idade adulta: em férias na estalagem de uma tia à beira mar, Miguel encontra Luísa, o pescador João e o Dr. Fernando, três personagens que marcarão a entrada da sua primeira pedra no bolso. Foi filmado sem subsídios e uma reduzida equipa, uma exceção no cinema português nos anos oitenta. “Quando Joaquim Pinto apresentou em ante-estreia o seu filme na Cinemateca disse (ou escreveu) que ‘Não vale a pena filmar se não se tiver motivos para isso’. Os motivos de UMA PEDRA NO BOLSO são óbvios e começa aí a sinceridade tocante desta obra” (M.S. Fonseca). De Nuno Leonel, produzido por Joaquim Pinto para a G.E.R. (produtora de UMA PEDRA NO BOLSO), a curta-metragem de animação SANTA MARIA é apresentada pela primeira vez na Cinemateca a abrir a sessão. O filme foi apresentado em seleção oficial no Festival de Berlim. “Montanhas de informação completamente inútil, fragmentada a um extremo em que tu próprio és mais um fator oco, dentro de um espaço e de um tempo que se enquadram noutro, e noutro... Como dois espelhos que se refletem, nada existe para refletir”. Explosão de imagens, sons e ideias, foi o primeiro filme português em Dolby Stereo. Foi solicitado pela Dolby para testar os limites sonoros das salas de cinema internacionais.

 

02-09-2014, 22h00 | Sala Luís de Pina
Outras Sessões de Setembro
Umarete wa Mita Keredo
“Nasci, Mas…”
de Yasujiro Ozu
com Hideo Sugawara, Tokkan Kozo, Tatsuo Saito
Japão, 1932 - 90 min
mudo, intertítulos em japonês narrados em francês e legendados eletronicamente em português | M/12

“NASCI, MAS…” (conhecido em francês como GOSSES DE TOKYO) é considerado como o primeiro dos grandes filmes de Yasujiro Ozu. Para Donald Richie é “a primeira vez que o cineasta combinou na perfeição todos os elementos que caracterizam o seu estilo”. História trágico-cómica sobre a relação entre um homem e os seus dois filhos, que não percebem por que motivo tem o pai de agir com tanta subserviência perante o patrão. O filme é realizado num estilo extremamente depurado, mas ainda longe do despojamento absoluto que caracterizaria a fase final do cinema do mestre japonês (1949-62).