28-07-2014, 15h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Outras Sessões Julho
Quai des Orfèvres
O Crime da Avenida Foch
de Henri-Georges Clouzot
com Louis Jouvet, Suzy Delair, Bernard Blier
França, 1947 - 96 min
legendado em português | M/12

Adaptado de um romance de Stanislas André Steeman, um dos mestres do policial francês, QUAI DES ORFÈVRES (nome da sede da Polícia Judiciária de Paris) é um dos melhores filmes de Clouzot, com Louis Jouvet inesquecível na figura do inspetor Antoine, investigando o assassinato de um velho libidinoso, sendo a principal suspeita uma jovem que resistiu aos seus avanços. Um clássico exemplo do filme policial à francesa.

28-07-2014, 19h00 | Sala Dr. Félix Ribeiro
António da Cunha Telles – Continuar A Viver
La Strategia del Ragno
A Estratégia da Aranha
de Bernardo Bertolucci
com Giulio Brogi, Alida Valli
Itália, 1970 - 100 min
legendado eletronicamente em português | M/16
Distribuídos por António da Cunha Telles

a confirmar

Adaptado de um conto de Borges, Tema do Traidor e do Herói, LA STRATEGIA DEL RAGNO é uma obra maior de Bertolucci, construída em forma de inquérito policial, na qual um homem procura descobrir a verdade que se esconde por detrás da imagem do seu pai como mártir antifascista, descobrindo uma personalidade dúbia e uma conspiração para fazer dele essa vítima esperada. Como PRIMA DELLA RIVOLUZIONE e IL CONFORMISTA, este filme marcado pelo desencanto entrelaça o tema político e a vida pessoal, como “uma terapia psicanalítica, embora nunca de modo direto”, nas palavras do realizador. Estreado a 10 de outubro de 1972 no cinema Satélite, com distribuição da Animatógrafo.

28-07-2014, 19h30 | Sala Luís de Pina
Outras Sessões Julho
Der Schritt vom Wege
“O Passo em Falso”
de Gustaf Gründgens
com Marianne Hoppe, Karl Ludwig Diehl, Paul Hartmann, Max Gulstorff
Alemanha, 1939 - 101 min
legendado em português | M/12

DER SCHRITT VOM WEGE é um dos poucos filmes realizados por Gustaf Gründgens, lendário ator do cinema e do teatro alemães entre os anos vinte e os anos sessenta, e cujo real grau de envolvimento com o regime nazi (ao qual sobreviveu incólume) ainda hoje é motivo de acesa discussão. Baseando-se em Effi Briest de Theodor Fontane (que muitos anos depois Fassbinder também filmou), Gründgens dirige aqui a sua mulher, Marianne Hoppe, protagonista de um “estudo de personagem” feminina que toma o pulso à “doença” da aristocracia alemã na viragem do século. A descobrir com toda a atenção, em primeira exibição na Cinemateca.

28-07-2014, 21h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Outras Sessões Julho
You Only Live Once
Só Vivemos Uma Vez
de Fritz Lang
com Henry Fonda, Sylvia Sidney, Barton MacLane
Estados Unidos, 1937 - 85 min
legendado em português | M/12
A projeção de “You Only Live Once”, substitui a do inicialmente programado “Il Casanova di Federico Fellini”

O segundo filme americano de Fritz Lang conta com Henry Fonda numa das suas mais fulgurantes interpretações: o papel de um homem cercado e sempre em fuga. Esta sua fuga é acompanhada por Sylvia Sidney, porque YOU ONLY LIVE ONCE conta também uma desesperada, mas incondicional, história de amor, com a Grande Depressão como pano de fundo. “É deste filme que ‘nascem’ obras que vão de GUN CRAZY e THEY LIVED BY NIGHT a BONNIE AND CLYDE” (João Bénard da Costa).

28-07-2014, 22h00 | Sala Luís de Pina
António da Cunha Telles – Continuar A Viver
O Bobo
de José Álvaro Morais
com Fernando Heitor, Paula Guedes, Isabel Ruth, João Guedes
Portugal, 1982 - 120 min
M/12
Produzidos por António da Cunha Telles

O projeto inicial deste filme, uma adaptação de O Bobo de Alexandre Herculano, tornou-se, com o tempo, uma reflexão sobre a obra literária e a sua representação contemporânea. O filme é fascinante porque reflete, na sua construção, a passagem do tempo (acossado por inúmeras dificuldades de produção, o processo de feitura do filme foi longuíssimo) e as transformações da sociedade portuguesa nos anos a seguir ao 25 de abril de 1974. Um filme fundamental na cinematografia portuguesa dos últimos 40 anos. Produção da Animatógrafo.