28/07/2016, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Absolutamente Bowie
The Life Aquatic with Steve Zissou
Um Peixe fora de Água
de Wes Anderson
com Bill Murray, Owen Wilson, Cate Blanchett, Anjelica Huston, Willem Dafoe, Jeff Goldblum, Seu Jorge
Estados Unidos, 2004 - 118 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Steve Zissou (Bill Murray, numa das fabulosas prestações em filmes de Wes Anderson) é um marinheiro realizador de filmes, vagamente inspirado em Jacques-Yves Cousteau; vive rodeado de água e com alguma reticência em assumir a condição de homem adulto; comanda um barco que é simultaneamente um laboratório de cinema. Da ideia de família ao “buddy movie”, os “temas” de Anderson estão lá todos, como estão a graça e a melancolia, os atores em trupe cúmplice. E há Bowie, muito Bowie. A maioria das suas canções que compõem a banda musical ouvem-se em português, pelo brasileiro Seu Jorge, que também interpreta a personagem de um tripulante (chamado Pelé). “Bowie faz parte da minha infância. Sempre quis ter a música dele num filme meu, são canções que nos transportam para outro planeta, canções de aventura como este filme. O Seu Jorge inventou novas letras, tocou guitarra e nós gravámos essas canções, com o acordo de Bowie, claro” (Wes Anderson).
28/07/2016, 18h30 | Sala Luís de Pina
Filmes Portugueses Legendados
Cinco Dias, Cinco Noites
de José Fonseca e Costa
com Vitor Norte, Paulo Pires, Ana Padrão, Canto e Castro, Teresa Roby, Miguel Guilherme
Portuga, 1996 - 102 min
legendado em inglês | M/12
CINCO DIAS, CINCO NOITES adapta um romance de Manuel Tiago (Álvaro Cunhal) numa revisitação dos anos quarenta portugueses e a uma história de resistência ao regime: a história de um fugitivo à polícia política que passa a fronteira a salto. O argumento é de Fonseca e Costa e Jennifer Field, a música de António Pinho Vargas. “Um filme é, em si mesmo, uma obra de arte. Com uma característica particular: a de que nele intervêm e se complementam para o resultado global muito diversas formas de criação artística. Tomar à partida a história de uma novela, mesmo que respeitando a sua mensagem fundamental não significa mera transposição da novela para o cinema. […] O filme CINCO DIAS, CINCO NOITES poderá neste sentido justamente chamar-se um filme de Fonseca e Costa” (Álvaro Cunhal, março de 1996).
28/07/2016, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Dez Vistas de Jacques Rivette
Noroît
de Jacques Rivette
com Bernadette Lafont, Geraldine Chaplin, Kika Markham
França, 1976 - 145 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Com DUELLE, NOROÎT forma o par de filmes efetivamente concretizados de uma trilogia que Rivette pensara com o nome “Scènes de la Vie Parallèle”. Prolongando-se o universo mitológico já visto em DUELLE (uma das personagens é a “filha do Sol”), encontramos uma história de vingança, totalmente no feminino, entre duas chefes de bandos de piratas rivais (Lafont e Chaplin). A apresentar em cópia digital.
28/07/2016, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Absolutamente Bowie
Lost Highway
Estrada Perdida
de David Lynch
com Bill Pullman, Patrícia Arquette, Balthazar Getty, Robert Blake
Estados Unidos, França, 1997 - 134 min
legendado em português | M/18
Um dos mais intrigantes e bizarros filmes de David Lynch, marcado por duas histórias que se completam, ao mesmo tempo que se prolongam infinitamente, sendo cada uma delas "eco" e "reflexo" da outra. A intriga ronda a personagem de um músico de jazz, que julga ser enganado pela mulher e se vê subitamente suspeito da morte dela. Dispensando decifrações, é um filme de abismos e vertigens que obrigam, sempre, a seguir em frente. A canção da inolvidável sequência de abertura, estrada fora, e que “serve” todo o filme, é de David Bowie (escrita por ele e Brian Eno em 1995): I’m Deranged.