21/07/2017, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Fantasmas ao Nosso Encontro
La Maschera del Demonio
A Máscara do Demónio
de Mario Bava
com Barbara Steele, John Richardson, Andrea Checchi
Itália, 1960 - 85 min
legendado eletronicamente em espanhol | M/14
O filme de estreia de Mario Bava, matriz do cinema italiano de terror, é a sua obra mais célebre, sobretudo pela cena que lhe dá título. É um dos grandes clássicos do cinema fantástico. Filmado a preto e branco pelo próprio Bava e tendo como ponto de partida uma novela de Gogol, o filme pode ser vinculado ao “gothic” anglo-saxão, com a sua atmosfera fechada de estúdio, com criptas e bosques inquietantes e uma história complexa, permeada de sadismo, mas vive sobretudo pela atmosfera que cria. À época, Jean Douchet escreveu na revista Arts que este era “o primeiro filme de vampiros que não é indigno dos dois ilustres modelos: NOSFERATU de Murnau e VAMPYR de Dreyer”. LA MASCHERA DEL DEMONIO teve uma única passagem na Cinemateca.
 
21/07/2017, 18h30 | Sala Luís de Pina
Filmes Portugueses Legendados
O Costa do Castelo
de Arthur Duarte
com António Silva, Maria Matos, Milú, Fernando Curado Ribeiro, Manuel Santos Carvalho
Portugal, 1943 - 129 min
legendado em francês | M/12
Uma das melhores comédias portuguesas, O COSTA DO CASTELO, ambientado no Castelo (bairro lisboeta), é protagonizado pelo Sr. Costa (António Silva) num percurso que o leva do Castelo ao palacete de Dª Mafalda da Silveira (Maria Matos). Curado Ribeiro interpreta a personagem de Daniel que, iludindo a sua condição de fidalgo, aluga um quarto humilde na casa de Luisinha (Milú), onde também mora Simplício Costa, na dita Costa do Castelo. Fotografia de Aquilino Mendes.
 
21/07/2017, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Fantasmas ao Nosso Encontro
Uncle Boonmee Who Can Recall His Past Lives / Lung Boonmee Raluek Chat
O Tio Boonmee que se Lembra das suas Vidas Anteriores
de Apichatpong Weerasethakul
com Thanapat Saisaymar, Jenjira Pongpas, Sakda Kaewbuadee, Natthakarn Aphaiwonk
Reino Unido, Tailândia, Alemanha, França, Espanha, 2010 - 113 min
legendado em português | M/12
UNCLE BOONMEE (Palma de Ouro do Festival de Cannes 2010) é um verdadeiro mergulho na selva que explora temas como a reencarnação e a transmigração de almas entre humanos, plantas e animais, prolongando os temas presentes nas obras anteriores do cineasta. Na sua base estão os escritos de um monge que retrata Boonmee, um homem que se lembrava das suas múltiplas vidas anteriores. No filme, Boonmee está doente e resolve regressar a casa para passar os últimos dias rodeado por aqueles que ama. Aos vivos, juntam-se o fantasma da mulher e o filho, há muito desaparecido, que regressa numa configuração não humana. Um filme em que a vida flui entre os espíritos da floresta e uma meditação sobre o próprio cinema.
 
21/07/2017, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
James Gray em Contexto
Two Lovers
Duplo Amor
de James Gray
com Joaquin Phoenix, Gwyneth Paltrow, Isabella Rossellini, Vinessa Shaw
Estados Unidos, 2008 - 110 min
legendado em português | M/12
O primeiro filme em que James Gray abordou diretamente o melodrama, despido de componentes de tipo policial, embora como de costume na obra do cineasta o ambiente continuasse a ser o das comunidades imigrantes de origem russa na zona de Nova Iorque. Vagamente inspirado nas NOTTE BIANCHE de Visconti, TWO LOVERS conta a história de um homem dividido entre duas mulheres e duas promessas de vida completamente diferentes. “Os filmes de James Gray, no seu pensamento como na sua expressão, são obras clássicas que reinventam a nossa conceção do classicismo. São, portanto, inteiramente modernos. Com autores como ele, o cinema não morrerá” (Jean Douchet).
 
21/07/2017, 22h30 | Projecção ao Ar Livre
Cinema na Esplanada
Secret Beyond the Door
O Segredo da Porta Fechada
de Fritz Lang
com Michael Redgrave, Joan Bennett, Anne Revere, Barbara O’Neil
Estados Unidos, 1948 - 98 min
legendado em português | M/12
Fantasmas ao nosso Encontro
Um dos mais rigorosos filmes de Fritz Lang em Hollywood, construído como um mecanismo de relógio ou como um desenho arquitetónico. A prodigiosa sequência dos quartos, na qual a perturbação é introduzida por uma quebra de simetria, reflete também um universo mental em que o desequilíbrio se instala. Na década da psicanálise no cinema americano, SECRET BEYOND THE DOOR é o filme onde ela tem mais importância, sendo também aquele em que menos se faz sentir. “É um dos mais fascinantes, encantatórios e complexos filmes de Fritz Lang, uma das suas grandes obras-primas, ou seja, uma das grandes obras-primas da História do cinema” (João Bénard da Costa).