abril de 2021
dstqqss
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829301
2345678
Ciclos
Pesquisa
CICLO
Cinemateca Júnior


Acabaram as festas e as férias. Ano novo, filmes novos, o nosso desafio para 2018 permanece: convidamos pais e filhos, netos e avós, a visitar a Cinemateca Júnior e a proporcionar aos mais pequenos o fascínio de ver filmes escolhidos para eles numa Sala de Cinema.
Os títulos programados cobrem diversos géneros cinematográficos e cinematografias: no primeiro sábado desafiamos o nosso público mais novo a viajar até África e acompanhar as aventuras de Kirikou, um jovem precoce que com a sua imensa sabedoria irá apaziguar os conflitos da sua aldeia, filme de animação franco-belga do realizador Michel Ocelot. Um western tranquilo é o que propomos para os juniores mais crescidos dia 13: STARS IN MY CROWN, de Jacques Tourneur. Dia 20 teremos o filme dos Estúdios da Disney, A PRINCESA E O SAPO, realizado pelos experientes Ron Clements e John Musker, esta animação muito divertida passada em Nova Orleães explora os pântanos e as florestas mágicas do Louisiana, a famosa “soul food”, a música vinda das entranhas do coração, os rituais de feitiçaria e a vida dos animais do Sul dos Estados Unidos. A fechar o mês, o belíssimo filme LE HAVRE, realizado pelo finlandês Aki Kaurismäki e estreado festival de Cannes 2011, onde foi aclamado pelo público e pela crítica. Ganhou o Fipresci – Prémio da Crítica Internacional e o Prémio Louis Delluc, um dos mais prestigiantes galardões franceses. O filme, que aborda o problema atual dos refugiados na Europa, é como o realizador o descreve: “filmei um conto de fadas, mas a realidade é muito mais triste”.
Retomamos este mês a parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e o Museu de S. Roque, que tanto sucesso teve no ano passado. Faremos novamente o atelier dedicado ao cinema de animação, concebido para se desenvolver em duas fases: a primeira ocorrerá dia 20 no Museu de S. Roque, e a segunda será dia 27 nas instalações da Cinemateca Júnior. Esta atividade é dedicada a participantes dos 6 aos 12 anos de idade e requer marcação prévia até dia 18 de janeiro para o telefone: 213 240 869 / 89 do Serviço de Públicos e Desenvolvimento Cultural da Direção da Cultura da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
De segunda a sexta temos sessões de cinema e ateliers para escolas, consulte www.cinemateca.pt. Antes ou depois das sessões visite a exposição permanente de materiais que antecederam o cinema. Veja, toque e brinque.
 
 
29/11/2014, 11h00 | Salão Foz
Ciclo Cinemateca Júnior

ATELIER FAMÍLA
 
20/12/2014, 11h00 | Salão Foz
Ciclo Cinemateca Júnior

VINTE E QUATRO GATOS POR SEGUNDO – A LINGUAGEM CINEMATOGRÁFICA
dos 5 aos 10 anos | duração 2 horas
06/01/2018, 15h00 | Salão Foz
Ciclo Cinemateca Júnior

Kirikou et la Sorcière
"Kirikou e a Feiticeira"
de Michel Ocelot
França, Bélgica, 1998 - 71 min
13/01/2018, 15h00 | Salão Foz
Ciclo Cinemateca Júnior

Stars in My Crown
de Jacques Tourneur
Estados Unidos, 1950 - 89 min
20/01/2018, 11h00 | Museu de S. Roque
Ciclo Cinemateca Júnior

Se Eu Fosse... Cineasta
29/11/2014, 11h00 | Salão Foz
Cinemateca Júnior
ATELIER FAMÍLA

 TEATRO DAS SILHUETAS
 

dos 5 aos 8 anos | duração: 2 horas

 

 Conceção e orientação: Equipa Cinemateca Júnior

  

Animais, monstros ou princesas encantadas… Qual é a história de que gostas mais? Com muita imaginação vamos construir, em grupos, um teatrinho-brinquedo, desenhar e recortar as personagens da nossa história e criar um espetáculo de silhuetas

20/12/2014, 11h00 | Salão Foz
Cinemateca Júnior
VINTE E QUATRO GATOS POR SEGUNDO – A LINGUAGEM CINEMATOGRÁFICA
dos 5 aos 10 anos | duração 2 horas
Atelier Familia

Conceção e orientação: Vanessa Sousa Dias

Tal como nós temos o português, o cinema também tem uma língua específica, a linguagem cinematográfica – o que ainda não sabiam é que os gatos são fluentes nesta língua e que estão ansiosos por a ensinar!

06/01/2018, 15h00 | Salão Foz
Cinemateca Júnior
Kirikou et la Sorcière
"Kirikou e a Feiticeira"
de Michel Ocelot
França, Bélgica, 1998 - 71 min
versão original, legendado eletronicamente em português | M/6
“KIRIKOU E A FEITICEIRA” foi a primeira longa-metragem de animação do realizador francês, Michel Ocelot. O filme foi um sucesso na ocasião do seu lançamento e tornou-se, com a passagem do tempo, uma referência deste género cinematográfico. Baseado num conto de fadas da África Ocidental, esta animação onde os desenhos das personagens e do décor são esplêndidos e as cores utilizadas fazem o espectador mergulhar no coração da África, é muito inspirada nos quadros de Rousseau. O filme conta-nos as aventuras do pequeno Kirikou, herói inteligente e bondoso que tenta salvar a sua aldeia da maldição da perversa feiticeira Karabá. A excelente música, da responsabilidade de Youssou N'Dour, contribui para esta pequena pérola do cinema de animação, tão diferente daquela que os nossos jovens espectadores estão habituados a ver.
 
13/01/2018, 15h00 | Salão Foz
Cinemateca Júnior
Stars in My Crown
de Jacques Tourneur
com Joel McCrea, Ellen Drew, Dean Stockwell, Juano Hernandez
Estados Unidos, 1950 - 89 min
legendado em português | M/12
STARS IN MY CROWN é, talvez, o mais belo e perfeito exemplo daquilo a que se chama “americana” (evocação nostálgica do passado dos EUA) no cinema. É também o mais pessoal dos filmes de Jacques Tourneur, que, para o dirigir, aceitou um salário simbólico. Praticamente sem história, STARS IN MY CROWN é uma coleção de vinhetas da vida numa pequena cidade no interior dos EUA no século XIX, que retrata sentimentos e emoções e tem como ponto de partida a vida de uma criança com o seu pai, pregador, na vila que os adotou, onde o tranquilo deslizar do tempo é por vezes quebrado pelo drama (a tentativa de linchamento pelo KKK).
 
20/01/2018, 11h00 | Museu de S. Roque
Cinemateca Júnior
Se Eu Fosse... Cineasta
Atelier Família | Em parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e o Museu de S. Roque
Oficina de cinema de animação

Orientação: Teresa Cortez

dos 6 aos 12 anos de idade | duração: 2 horas

Um conjunto de quatro tábuas pintadas, do século XVI, que se encontram expostas no Museu de São Roque serve de base para desenvolver um guião para um pequeno filme de animação. Esta atividade decorre em dois momentos distintos. Num primeiro momento, no Museu de São Roque, as crianças entram em contacto com a obra de arte, desvendando as suas histórias e os seus significados, para depois construírem uma nova história para as suas personagens. São Roque e as outras figuras representadas vivem novas aventuras que ficam registadas num caderno de esboços e num “storyboard”. O segundo momento, onde as personagens e histórias imaginadas ganham vida recorrendo a técnicas de animação em “stop motion”, decorre na Cinemateca Júnior.