julho de 2020
dstqqss
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
CICLO
Alain Bergala / Crescer no Cinema


A iniciativa integra-se no âmbito do programa "A Iniciação ao Cinema: Experiências e Reflexões" (ver respetiva entrada).

 

Crítico, cineasta, professor, ex-editor dos Cahiers du Cinéma, Alain Bergala foi o conselheiro para o cinema de Jack Lang em 2000, sendo responsável pela elaboração do projeto de cinema no quadro do plano de cinco anos para a introdução das artes no ensino. Dedicando-se ativamente à questão da pedagogia do cinema, foi um dos fundadores do programa “Le Cinéma, cent ans de jeunesse”/“Cinema, Cem Anos de Juventude”, sendo autor de L’Hypothèse cinéma – Petit traité de transmission du cinema à l’école et ailleurs, obra de referência para a reflexão sobre a iniciação ao cinema, a par de uma extensa bibliografia sobre cineastas como Jean-Luc Godard, Robert Bresson, Ingmar Bergman. Nos últimos anos Bergala tem comissariado várias exposições relacionadas com o cinema, entre as quais “Victor Erice: Abbas Kiarostami – Correspondences”, preparando atualmente uma outra sobre a obra de Pier Paolo Pasolini.
Através de cinco filmes cujos protagonistas fazem uma aprendizagem do “crescer na vida”, ao longo de cinco sessões organizadas num molde semelhante ao programa “Histórias do Cinema”, Alain Bergala abordará o que significa “crescer no cinema”.

 

INFORMAÇÃO SOBRE AS SESSÕES E VENDA ANTECIPADA DE BILHETES
As intervenções de Alain Bergala serão feitas em francês, sem tradução simultânea. Para estas sessões, a Cinemateca propõe um regime de venda de bilhetes específico, fazendo um preço especial e dando prioridade a quem deseje seguir o conjunto das sessões. Assim, quem deseje seguir todas as sessões (venda exclusiva para a totalidade das sessões, máximo de duas coleções por pessoa) poderá comprar antecipadamente a sua entrada pelo preço global de € 22 (Estudantes, Cartão Jovem, Maiores de 65 anos, Reformados: € 12 – Amigos da Cinemateca, Estudantes Cinema, Desempregados € 10) a partir do dia 11 de fevereiro. A partir do dia 18, os lugares que não tenham sido vendidos antes serão disponibilizados através do normal sistema de venda no próprio dia de cada sessão, no horário de bilheteira habitual e de acordo com o preço específico destas sessões, € 5 (Estudantes, Cartão Jovem, Maiores de 65 anos, Reformados: € 3 – Amigos da Cinemateca, Estudantes Cinema, Desempregados: € 2,60).

 
18/02/2013, 18h00 | Sala Luís de Pina
Ciclo Alain Bergala / Crescer no Cinema

Moonfleet
O Tesouro de Barba Ruiva
de Fritz Lang
Estados Unidos, 1955 - 87 min
 
19/02/2013, 18h00 | Sala Luís de Pina
Ciclo Alain Bergala / Crescer no Cinema

A Perfect World
Um Mundo Perfeito
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1993 - 137 min
20/02/2013, 18h00 | Sala Luís de Pina
Ciclo Alain Bergala / Crescer no Cinema

Ponette
Ponette
de Jacques Doillon
França, 1996 - 97 min
21/02/2013, 18h00 | Sala Luís de Pina
Ciclo Alain Bergala / Crescer no Cinema

Khana-Ye Dust Kojast?
"Onde Fica a Casa do Meu Amigo?"
de Abbas Kiarostami
Irão, 1987 - 83 min
22/02/2013, 18h00 | Sala Luís de Pina
Ciclo Alain Bergala / Crescer no Cinema

Mes Petites Amoureuses
de Jean Eustache
França, 1974 - 123 min
18/02/2013, 18h00 | Sala Luís de Pina
Alain Bergala / Crescer no Cinema

EM COLABORAÇÃO COM OS FILHOS DE LUMIÈRE – ASSOCIAÇÃO CULTURAL E COM O INSTITUT FRANÇAIS DU PORTUGAL
Moonfleet
O Tesouro de Barba Ruiva
de Fritz Lang
com Stewart Granger, Jon Whiteley, Joan Greenwood, George Sanders, Viveca Lindfors
Estados Unidos, 1955 - 87 min
legendado em português
sessão apresentada por Alain Bergala

O universo de Stevenson, entre Treasure Island e Kidnapped, não teve melhor versão no cinema do que nesta obra-prima de Fritz Lang, que adapta o livro de outro escritor, J. Meade Falkner. A estranha história de um miúdo, órfão, que se liga de amizade com um contrabandista. Juntos, partem à descoberta do fabuloso diamante do Barba-Ruiva, escondido na cisterna de uma fortaleza. Um filme sublime.

 

19/02/2013, 18h00 | Sala Luís de Pina
Alain Bergala / Crescer no Cinema

EM COLABORAÇÃO COM OS FILHOS DE LUMIÈRE – ASSOCIAÇÃO CULTURAL E COM O INSTITUT FRANÇAIS DU PORTUGAL
A Perfect World
Um Mundo Perfeito
de Clint Eastwood
com Kevin Costner, Clint Eastwood, Laura Dern, T.J. Lowther
Estados Unidos, 1993 - 137 min
legendada em português
sessão apresentada por Alain Bergala

Depois da consagração e dos Oscars para o crepuscular UNFORGIVEN, Clint Eastwood dá o lugar de vedeta a Kevin Costner, entregando-lhe o papel de um evadido que rapta uma criança com quem estabelece uma singular relação de amizade. Clint é o xerife que os persegue. A paisagem é o Texas e o tempo as semanas que antecederam a visita do presidente John F. Kennedy a Dallas, onde foi assassinado. Uma das obras-primas de Eastwood.

 

20/02/2013, 18h00 | Sala Luís de Pina
Alain Bergala / Crescer no Cinema

EM COLABORAÇÃO COM OS FILHOS DE LUMIÈRE – ASSOCIAÇÃO CULTURAL E COM O INSTITUT FRANÇAIS DU PORTUGAL
Ponette
Ponette
de Jacques Doillon
com Victoire Thivisol, Delphine Schiltz, Matiaz Bureau Caton, Léopoldine Serre
França, 1996 - 97 min
legendado em português
sessão apresentada por Alain Bergala

Um filme comovente que aborda a questão da morte do ponto de vista de uma criança. Ponette tem quatro anos quando a sua mãe morre num acidente de automóvel. Não acreditando na sua ausência, Ponette fala com ela e espera-a, com a crença de que voltará. A interpretação magnífica de Victoire Thivisol valeu-lhe o prémio de melhor atriz em Veneza. 

21/02/2013, 18h00 | Sala Luís de Pina
Alain Bergala / Crescer no Cinema

EM COLABORAÇÃO COM OS FILHOS DE LUMIÈRE – ASSOCIAÇÃO CULTURAL E COM O INSTITUT FRANÇAIS DU PORTUGAL
Khana-Ye Dust Kojast?
"Onde Fica a Casa do Meu Amigo?"
de Abbas Kiarostami
com Babak Ahmadpur, Ahmad Ahmadpur, Jodabajsh Defai, Mohammad Hosein Ruhi, IIran Otani, Ayat Ansari, Rafia Difai, Sedghed Tohidi, Peyman Mohafi
Irão, 1987 - 83 min
legendado eletronicamente em português
sessão apresentada por Alain Bergala

Leopardo de Bronze no Festival de Locarno, em 1989, o filme obteve extraordinário sucesso junto do público iraniano, e foi a obra que deu a conhecer internacionalmente Kiarostami. Homenagem ao poeta iraniano Soharabi Sepehri, cuja poesia epónima aparece logo no genérico inicial do filme. A leitura do poema convida a ser prudente na interpretação demasiado realista do filme, sugerindo, "que esta história do miúdo, em rutura e à procura de aliados, pode bem ser uma fábula ou uma parábola". (Laurent Roth)

 

22/02/2013, 18h00 | Sala Luís de Pina
Alain Bergala / Crescer no Cinema

EM COLABORAÇÃO COM OS FILHOS DE LUMIÈRE – ASSOCIAÇÃO CULTURAL E COM O INSTITUT FRANÇAIS DU PORTUGAL
Mes Petites Amoureuses
de Jean Eustache
com Martin Loeb, Jacqueline Dufranne, Jacques Romain, Ingrid Caven
França, 1974 - 123 min
legendado eletronicamente em português
sessão apresentada por Alain Bergala

Crónica terna e triste, MES PETITES AMOUREUSES (título extraído de Rimbaud, filmado em 35mm com uma extraordinária fotografia de Nestor Almendros) segue, de forma tocante, a entrada de um miúdo na adolescência e o despertar da pulsão sexual. Filme vincadamente autobiográfico, escrito vários anos antes de LA MAMAN ET LA PUTAIN, foi um projeto longamente acalentado e um fracasso crítico e comercial à época. Construído à volta da questão do olhar, é o trabalho de Eustache que contém mais alusões ao cinema, inscritas sobretudos nos diálogos.