06/09/2019, 22h30 | Projecção ao Ar Livre
Cinema na Esplanada
Cluny Brown
O Pecado de Cluny Brown
de Ernst Lubitsch
com Jennifer Jones, Charles Boyer, Richard Haydn, Peter Lawford, Una O’Connor
Estados Unidos, 1946 - 100 min
legendado em português | M/12
Centenário de Jennifer Jones
CLUNY BROWN, último filme de Lubitsch (THAT LADY IN ERMINE foi completado por Preminger), é uma obra corrosiva sobre uma jovem canalizadora que, por via da profissão, conhece um escritor polaco por quem se apaixona. Os tradutores portugueses que acrescentaram o “pecado” ao título lá teriam as suas razões. “Este é o filme de Lubitsch em que a câmara menos se move e em que o vazio ocupa mais lugar. Cineasta tão ligado ao prazer e à carne, é sintomático que tenha terminado filmando o tabu desse prazer e dessa carne, ou o grande escândalo – o pecado – da sua jamais pacífica coexistência” (João Bénard da Costa).
 
07/09/2019, 22h30 | Projecção ao Ar Livre
Cinema na Esplanada
Duel in the Sun
Duelo ao Sol
de King Vidor
com Gregory Peck, Jennifer Jones, Joseph Cotten, Lionel Barrymore, Lillian Gish, Harry Carey
Estados Unidos, 1946 - 129 min
legendado em português | M/12
Centenário de Jennifer Jones
A mais famosa produção de Selznick depois de GONE WITH THE WIND. Também aqui os realizadores se sucederam, mas a marca de King Vidor predomina sobre a breve passagem dos restantes (Sternberg e Dieterle). Há quem diga que o delirante final foi dirigido pelo próprio Selznick, com a intenção de valorizar a personagem de Jennifer Jones. A sensualidade domina este singular western sobre uma mestiça disputada pelos dois filhos de um grande rancheiro do Texas. A narração inicial (sobre Pearl, a “flor selvagem”) é feita por Orson Welles, não creditado no genérico.
 
13/09/2019, 22h30 | Projecção ao Ar Livre
Cinema na Esplanada
Madame Bovary
Madame Bovary
de Vincente Minnelli
com Jennifer Jones, Van Heflin, James Mason, Louis Jourdan
Estados Unidos, 1949 - 114 min
legendado em português | M/12
Centenário de Jennifer Jones
Flaubert por Minnelli, com Jennifer Jones no papel de uma das mais célebres personagens femininas da literatura. A adaptação de Minnelli, típica de Hollywood, foi controversa, levando um crítico francês a escrever: “Há duas espécies de pessoas: as que acham que Madame Bovary é um romance de Flaubert e as que acham que é um filme de Minnelli.” A sequência do baile é um dos mais celebrados momentos do cinema do realizador.
 
20/09/2019, 22h30 | Projecção ao Ar Livre
Cinema na Esplanada
M
Matou!
de Fritz Lang
com Peter Lorre, Ellen Widmann, Gustav Gründgens, Otto Wernicke
Alemanha, 1931 - 100 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Luz e Espectros – Cinema de Weimar 1919-1933
Poderosa obra-prima de Fritz Lang, no seu primeiro filme sonoro e em que o som tem uma importância capital. Mais do que a descrição de um “caso autêntico” (o “vampiro” de Dusseldorf, um assassino de crianças), Lang faz o retrato de uma Alemanha mergulhada na depressão económica e nas vésperas da chegada dos nazis ao poder. Originalmente intitulado “Os assassinos estão entre nós” (título que terá caído por receio da reação do partido nazi), o filme assinala também uma importante viragem na obra de Lang, que abandona com ele, e por muito tempo, os argumentos “folhetinescos” que tinham estado na origem de tantas das suas obras-primas. Peter Lorre no papel da sua vida. Também programado no Ciclo “Jorge de Sena e Sophia de Mello Breyner Andresen em Correspondência | Jorge de Sena, Cendrada Luz” (ver entrada respetiva).

 
21/09/2019, 22h30 | Projecção ao Ar Livre
Cinema na Esplanada
Tender Is the Night
Terna é a Noite
de Henry King
com Jennifer Jones, Jason Robards Jr., Joan Fontaine, Tom Ewell, Paul Lukas
Estados Unidos, 1961 - 146 min
legendado em espanhol e eletronicamente em português | M/12
Centenário de Jennifer Jones
Último filme de Henry King. Adaptação do clássico romance de F. Scott Fitzgerald, sobre a relação de um brilhante psiquiatra que casa com a paciente que tratara, a rica Jennifer Jones. Uma evocação poética da “geração perdida” de Fitzgerald.