julho de 2020
dstqqss
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
CICLO
No Meu Cinema – João Bénard da Costa


A João Bénard da Costa, a Cinemateca dedicou “Filmes de João Bénard da Costa” (2009), “Um Ano Depois, Cinco Filmes para João Bénard da Costa” (2010), entre outras iniciativas e homenagens, muitas lembranças. Neste primeiro mês de 2015, num programa que se estende a fevereiro, a Cinemateca volta “ao cinema de João Bénard da Costa” retomando os filmes por ele apresentados na RTP num programa – “No Meu Cinema” – que incluía as suas introduções aos filmes e comentários finais, filmados por Margarida Gil, e que as sessões deste Ciclo integralmente incluem.
O Ciclo é concebido neste momento no contexto do lançamento do primeiro volume de uma ambiciosa edição de compilação dos Escritos sobre Cinema de João Bénard da Costa, em que a Cinemateca tem estado a trabalhar e é um projeto de edição para vários anos, que inclui todos os, impressionantemente muitos, textos escritos por João Bénard na Cinemateca, as “folhas” por ele iniciadas na Fundação Calouste Gulbenkian e textos seus publicados em catálogos coeditados pela Cinemateca e a Gulbenkian. A edição será apresentada em detalhe em breve, prevendo-se para fevereiro próximo o lançamento do primeiro volume.

 

A projeção de todos os filmes é antecedida e sucedida pelas apresentações e comentários de João Bénard da Costa filmados por Margarida Gil para a série da RTP “No Meu Cinema”.
 

 
05/01/2015, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo No Meu Cinema – João Bénard da Costa

BADLANDS
Os Noivos Sangrentos
de Terrence Malick
Estados Unidos, 1973 - 95 min
 
06/01/2015, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo No Meu Cinema – João Bénard da Costa

BADLANDS
Os Noivos Sangrentos
de Terrence Malick
Estados Unidos, 1973 - 95 min
06/01/2015, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo No Meu Cinema – João Bénard da Costa

REBECCA
Rebecca
de Alfred Hitchcock
Estados Unidos, 1940 - 130 min
06/01/2015, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo No Meu Cinema – João Bénard da Costa

SANSHO DAYU
“O Intendente Sansho”
de Kenji Mizoguchi
Japão, 1954 - 124 min
07/01/2015, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo No Meu Cinema – João Bénard da Costa

THE RIVER
O Rio Sagrado
de de Jean Renoir
França, Índia, Estados Unidos, 1951 - 99 min
05/01/2015, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
No Meu Cinema – João Bénard da Costa
BADLANDS
Os Noivos Sangrentos
de Terrence Malick
com Martin Sheen, Sissy Spacek, Warren Oates
Estados Unidos, 1973 - 95 min
legendado eletronicamente em português | M/16
A projeção é antecedida e sucedida pelas apresentações e comentários de João Bénard da Costa filmados por Margarida Gil para a série da RTP “No Meu Cinema”.

A primeira longa-metragem de Malick é um thriller inspirado num caso verídico que teve lugar nos anos cinquenta no sudoeste dos EUA, e ecoa o percurso de Bonnie e Clyde na década de trinta. Martin Sheen e Sissy Spacek formam o par de jovens que têm de enfrentar a oposição paterna para a sua união. Daí resulta o assassinato do pai da rapariga e, depois, uma série de crimes e uma feroz perseguição, com a imprensa a explorar o carácter passional dos acontecimentos. “’O amor é duro e inflexível como o inferno’ (Santa Teresa de Ávila). Este filme é um filme sobre o amor, sobre o inferno ou sobre a dureza e a inflexibilidade? Quanto mais o vejo, menos sei responder” (JBC).

06/01/2015, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
No Meu Cinema – João Bénard da Costa
BADLANDS
Os Noivos Sangrentos
de Terrence Malick
com Martin Sheen, Sissy Spacek, Warren Oates
Estados Unidos, 1973 - 95 min
legendado eletronicamente em português | M/16
A projeção é antecedida e sucedida pelas apresentações e comentários de João Bénard da Costa filmados por Margarida Gil para a série da RTP “No Meu Cinema”.

A primeira longa-metragem de Malick é um thriller inspirado num caso verídico que teve lugar nos anos cinquenta no sudoeste dos EUA, e ecoa o percurso de Bonnie e Clyde na década de trinta. Martin Sheen e Sissy Spacek formam o par de jovens que têm de enfrentar a oposição paterna para a sua união. Daí resulta o assassinato do pai da rapariga e, depois, uma série de crimes e uma feroz perseguição, com a imprensa a explorar o carácter passional dos acontecimentos. “’O amor é duro e inflexível como o inferno’ (Santa Teresa de Ávila). Este filme é um filme sobre o amor, sobre o inferno ou sobre a dureza e a inflexibilidade? Quanto mais o vejo, menos sei responder” (JBC).

06/01/2015, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
No Meu Cinema – João Bénard da Costa
REBECCA
Rebecca
de Alfred Hitchcock
com Laurence Olivier, Joan Fontaine, Judith Anderson, George Sanders
Estados Unidos, 1940 - 130 min
legendado em português | M/12
A projeção é antecedida e sucedida pelas apresentações e comentários de João Bénard da Costa filmados por Margarida Gil para a série da RTP “No Meu Cinema”.

REBECCA marca a chegada triunfal de Alfred Hitchcock a Hollywood, já consagrado e com cerca de quinze anos de carreira na Grã-Bretanha. Hitchcock declarou, por sinal, a Truffaut, que achava o filme “demasiado britânico”, pois tanto a autora do romance (Daphne du Maurier) como o ator principal (Olivier) eram britânicos. Romance e filme têm finais bastante diferentes. Trata-se de umas das obras maiores de Hitchcock, a história de uma mulher frágil que se casa com um homem de uma condição social muito mais elevada e vai viver numa mansão, sobre a qual pairam a sombra sinistra da governanta e a lembrança de Rebecca, a primeira mulher do marido. Na personagem, sem nome próprio, da segunda mulher, jovem e vulnerável, Joan Fontaine no seu mais icónico papel. “O segredo da perdurabilidade deste filme fascinante está na sua estrutura dupla e dúplice, tanto quanto na sua estrutura mítica e onírica” (JBC).

06/01/2015, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
No Meu Cinema – João Bénard da Costa
SANSHO DAYU
“O Intendente Sansho”
de Kenji Mizoguchi
com Kinuyo Tanaka, Yoshiaki Hanayagi, Kyoko Kagawa
Japão, 1954 - 124 min
legendado em espanhol | M/12
A projeção é antecedida e sucedida pelas apresentações e comentários de João Bénard da Costa filmados por Margarida Gil para a série da RTP “No Meu Cinema”.

A história de SANSHO DAYU é uma velha lenda japonesa, contada de diversas maneiras (da literatura às canções populares) a partir do século XVI. O filme de Mizoguchi baseia-se na versão dessa lenda, escrita pelo romancista Ogai Mori em 1915. Zushio e a irmã Anju, filhos de um governador exilado pelas suas ideias humanitárias, crescem separados da mãe, suportando e vivendo condições duríssimas, por causa da escravatura imposta pelo Intendente Sansho. Enérgico e cruel, mas também infinitamente poético, SANSHO DAYU é um hino à bondade humana e à compaixão contra a escravidão e a exploração. “Um homem sem misericórdia não é um ser humano” ensina o pai a Zushio. “O INTENDENTE SANSHO é o mais comovente dos filmes de Mizoguchi, ao mesmo tempo o mais docemente triste e o mais lancinantemente triste” (JBC).

07/01/2015, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
No Meu Cinema – João Bénard da Costa
THE RIVER
O Rio Sagrado
de de Jean Renoir
com Adrienne Corri, Patricia Walter, Nora Swinburne, Radha Shri Ran, Esmond Knight, Thomas E. Breen
França, Índia, Estados Unidos, 1951 - 99 min
legendado eletronicamente em português | M/12
A projeção é antecedida e sucedida pelas apresentações e comentários de João Bénard da Costa filmados por Margarida Gil para a série da RTP “No Meu Cinema”.

THE RIVER marca o início da fase final da carreira de Renoir. Filmado na Índia, a cores, o filme conta a história de uma família inglesa e a “ação” resume-se ao facto de nascer, morrer e amar pela primeira vez. O rio do título é ao mesmo tempo físico (o Ganges) e metafísico (a vida, o tempo). Um dos filmes mais celebrados de Renoir, imbuído de uma espiritualidade assombrosamente serena. “Entre as sestas, os balouços, as fugas e os regressos, o ‘amor ocidental’, associado à morte: ‘Captain John, I Love You’” (JBC).