julho de 2020
dstqqss
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
CICLO
A Cinemateca com o Doclisboa: Johan van der Keuken


1Prossegue em novembro a retrospetiva integral Johan van der Keuken, iniciada em outubro em parceria com o DocLisboa’14, que permitirá uma visão abrangente da obra de um dos mais importantes autores do cinema documental dos últimos cinquenta anos. Repetindo-se neste mês vários dos filmes que foram mostrados em outubro, esta parte do programa contém muitas raridades, em particular no que respeita às curtas-metragens iniciais de van der Keuken, que muito poucas vezes têm sido vistas, como PARIS A L'AUBE ou EVEN STILTE, realizadas ainda nos anos de escola, ou um conjunto de filmes que revelam a proximidade e afinidade do cineasta com criadores seus contemporâneos, entre os quais escritores, pintores ou músicos que com ele se cruzaram, e que inclusivamente retratou. Mas entre as raridades de novembro estão também alguns títulos que correspondem às escassas incursões de van der keuken no universo da ficção, como EEN ZONDAG, BEAUTY ou MEESTER EN DE REUS, que são tudo menos narrativas convencionais. Entre os filmes que dialogam mais diretamente com o universo fotográfico, está o incontornável TO SANG FOTOSTUDIO e um outro documentário que acompanhou a sua rodagem, LEVEN MET JE OGEN, de Rámon Gieling, responsável por uma perspetiva exterior à obra de van der Keuken. Um programa que este mês se inicia em Amesterdão e termina nessa mesma cidade, com o monumental opus do cineasta, AMSTERDAM GLOBAL VILLAGE. Viajante incessante, nos seus inúmeros filmes van der Keuken não pára de revelar que o mundo (muito vasto) que mostra, é o mundo como o próprio o vê e reconstrói. Mas é nas obras mais íntimas e pessoais, como DE GROTE VAKANTIE, em que volta muitas vezes a câmara para si próprio, que tal subjetividade é verdadeiramente enfatizada.

 
01/11/2014, 19h00 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Ciclo A Cinemateca com o Doclisboa: Johan van der Keuken

AMSTERDAM AFTERBEAT | TO SANG FOTOSTUDIO | LIVING WITH YOUR EYES
duração total da sessão: 106 minutos | M/12
 
01/11/2014, 21h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Ciclo A Cinemateca com o Doclisboa: Johan van der Keuken

THE LONG HOLIDAY
de Johan van der Keuken
Holanda, 2000 - 145 min
03/11/2014, 19h30 | Sala Luís de Pina
Ciclo A Cinemateca com o Doclisboa: Johan van der Keuken

BIG BEN: BEN WEBSTER IN EUROPE | ON ANIMAL LOCOMOTION | TIME
duração total da sessão: 93 minutos | M/12
03/11/2014, 21h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Ciclo A Cinemateca com o Doclisboa: Johan van der Keuken

BRASS UNBOUND
de Johan van der Keuken
Holanda, 1993 - 106 min
04/11/2014, 19h30 | Sala Luís de Pina
Ciclo A Cinemateca com o Doclisboa: Johan van der Keuken

PARIS A L'AUBE E OUTRAS CURTAS-METRAGENS DE VAN DER KEUKEN
duração total da sessão: 68 minutos | M/12
01/11/2014, 19h00 | Sala Dr. Félix Ribeiro
A Cinemateca com o Doclisboa: Johan van der Keuken

Em colaboração com o Doclisboa’14 – Festival Internacional de Cinema
AMSTERDAM AFTERBEAT | TO SANG FOTOSTUDIO | LIVING WITH YOUR EYES
duração total da sessão: 106 minutos | M/12

AMSTERDAM AFTERBEAT
TO SANG FOTOSTUDIO
de Johan van der Keuken
Holanda, 1997, 1997 – 35, 16 min / legendados eletronicamente em português
LEVEN MET JE OGEN / LIVING WITH YOUR EYES
de Rámon Gieling
Holanda, 1997 – 55 min / legendado eletronicamente em português

AMSTERDAM AFTERBEAT é um pequeno filme que retoma os finais das takes de AMSTERDAM GLOBAL VILLAGE, organizando-se ao ritmo das claquetes de Noshka van der Lely, responsável pelo som de grande parte dos filmes de van der Keuken e sua companheira. TO SANG FOTOSTUDIO concentra-se igualmente em Amesterdão e em concreto num estúdio de um fotógrafo chinês, que acolhe clientes das mais variadas nacionalidades que trabalham na sua rua. O Sr. To Sang retrata os seus vizinhos e van der Keuken filma-o a fotografar. Por sua vez, em LEVEN MET JE OGEN, documentário que acompanha TO SANG FOTOSTUDIO, Rámon Gieling filmará van der Keuken na rodagem do seu próprio filme. Amesterdão, a diversidade dos seus habitantes, mas também aqueles que a filmam, são assim os protagonistas de uma sessão que enfatiza os métodos do cineasta no modo como aborda o mundo, e que assinala o seu regresso ao mundo da fotografia.
 

01/11/2014, 21h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
A Cinemateca com o Doclisboa: Johan van der Keuken

Em colaboração com o Doclisboa’14 – Festival Internacional de Cinema
THE LONG HOLIDAY
de Johan van der Keuken
Holanda, 2000 - 145 min
legendado eletronicamente em português | M/12

DE GROTE VAKANTIE / THE LONG HOLIDAY é o último grande filme realizado por Johan van der Keuken, que foi posto em marcha quando os médicos lhe prognosticaram poucos anos de vida em virtude de um cancro. Van der Keuken e a sua companheira de longa data decidem então embarcar num novo projeto: uma longa viagem que parte precisamente do confronto com tal notícia. DE GROTE VAKANTIE é um filme profundamente íntimo e pessoal, em que em paralelo com os esforços para combater a doença, van der Keuken e Noshka fazem o que sempre fizeram: viajam e filmam, regressando a lugares conhecidos e explorando outros, do Burkina Faso ao Rio de Janeiro. Uma longa viagem acompanhada por uma meditação do incansável cineasta sobre o que significa fazer uma imagem e estar vivo, "porque enquanto fizer uma imagem, estou vivo" (van der Keuken).

03/11/2014, 19h30 | Sala Luís de Pina
A Cinemateca com o Doclisboa: Johan van der Keuken

Em colaboração com o Doclisboa’14 – Festival Internacional de Cinema
BIG BEN: BEN WEBSTER IN EUROPE | ON ANIMAL LOCOMOTION | TIME
duração total da sessão: 93 minutos | M/12

BIG BEN: BEN WEBSTER IN EUROPE
ON ANIMAL LOCOMOTION
DE TIJD / TIME
de Johan van der Keuken
Holanda, 1967,1994, 1983-84 – 32, 15, 46 min / legendados eletronicamente em português

Três filmes que apontam para a importância da música e do trabalho do ritmo no universo de van der Keuken. Durante uma estadia em Amesterdão de Ben Webster, uma das grandes figuras do jazz americano, o realizador segue o saxofonista com a sua câmara enquanto este deambula pela cidade. Em ON ANIMAL LOCOMOTION van der Keuken inspirou-se na música do compositor holandês Willem Breuker, que colaborou na banda musical da maior parte dos seus filmes, e no famosíssimo trabalho fotográfico de Muybridge para construir um documentário invulgar. DE TIJD parte do trabalho de um outro compositor, Louis Andriessen, e constrói-se através de associações livres e de contrastes entre uma banda de som pré-definida e uma banda de imagem. Mais longo que os anteriores, DE TIJD convoca ainda um texto de Bert Schierbeek, escritor de eleição do cineasta.
 

03/11/2014, 21h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
A Cinemateca com o Doclisboa: Johan van der Keuken

Em colaboração com o Doclisboa’14 – Festival Internacional de Cinema
BRASS UNBOUND
de Johan van der Keuken
Holanda, 1993 - 106 min
legendado eletronicamente em português | M/12

Um filme que se centra nas transformações e nas influências da banda de sopros ocidental em várias culturas não ocidentais. Van der Keuken e Noshka van der Lely deslocaram-se ao Nepal, Indonésia, Gana ou Suriname, onde gravaram e filmaram as sonoridades de várias orquestras locais, revelando o modo original como muitas delas adaptaram a herança colonial às tradições dos seus países. Um filme inspirado pelo pensamento do antropólogo Rob Boonzajer Flaes.

04/11/2014, 19h30 | Sala Luís de Pina
A Cinemateca com o Doclisboa: Johan van der Keuken

Em colaboração com o Doclisboa’14 – Festival Internacional de Cinema
PARIS A L'AUBE E OUTRAS CURTAS-METRAGENS DE VAN DER KEUKEN
duração total da sessão: 68 minutos | M/12

PARIS A L'AUBE
de Johan van der Keuken, James Blue, Derry Hall
EVEN STILTE / A MOMENT’S SILENCE
OPLAND
TAJIRI
YRRAH
LUCEBERT, DICHTER-SCHILDER / LUCEBERT, POET-PAINTER
NATTE VOETEN IN HONG KONG / WET FEET IN HONG KONG
de Johan van der Keuken
Holanda, 1957, 1960, 1962, 1962, 1962, 1962, 1986 – 10, 10, 12, 10, 5, 16, 5 min / legendados eletronicamente em português

Primeira experiência cinematográfica de van der Keuken, PARIS A L'AUBE foi correalizado com alguns amigos durante os tempos de escola em Paris, e é um impressionista retrato da cidade, registado durante várias madrugadas. EVEN STILTE revela já muito do seu "estilo" particular, em que se destaca a observação dos mais simples movimentos numa paisagem urbana, e em concreto em Amesterdão. Muito poético, EVEN STILTE assenta numa criativa colagem entre sons e imagens. Os filmes seguintes da sessão são vários documentários sobre outros criadores, com que van der Keuken respondeu a uma encomenda na cadeia televisiva VPRO, e que revelam muitas das suas afinidades artísticas. NATTE VOETEN IN HONG KONG é constituído por imagens que não encontraram lugar em I ♥ $ (I LOVE DOLLARS) e, rimando com o início deste programa, revela-nos os efeitos da chuva nas ruas de Hong Kong. Vários dos filmes desta sessão são citados em VAKANTIE VAN DE FILMER (1974).