abril de 2020
dstqqss
2930311234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293012
3456789
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
CICLO
Foco no Arquivo | A Coleção / As Coleções | O Nosso Século XX


Numa cinemateca não se vê senão o arquivo e, paradoxalmente, quase nunca se vê o arquivo. Se a maior parte do que revelamos – nas salas, no centro de documentação, nas próprias edições… – tem origem no nosso próprio arquivo ou em arquivos homólogos, a estrutura de arquivo, essa, é a parte invisível do icebergue. Ora, uma cinemateca não tem um arquivo, ela é um arquivo, num sentido ontológico e identitário que o carácter recente da arte cinematográfica convidou a que fosse também, e no nosso caso foi-o programaticamente, o do museu. Por outro lado, este não é um arquivo como os outros e a conservação do cinema e dos seus materiais pressupõe condições técnicas, humanas e financeiras de monta – uma estrutura técnico-científica pesada, erguida à imagem da tecnologia que foi a do cinema no seu primeiro século, e que tem hoje o desafio adicional de juntar a isso (sem substituir nada) a resposta ao novo padrão digital. Num momento de drástica redução de recursos para toda a Cinemateca, e portanto acima de tudo para a Cinemateca enquanto arquivo, sabendo a que ponto isso tem consequências desde o nível mais básico da sobrevivência do património, decidimos voltar o fato de avesso e, por uma vez, dar a ver o arquivo. Filmes, máquinas, documentos e objetos patrimoniais de qualquer tipo, serão aqui expostos ao longo do mês de janeiro também para que neles se vejam, e através deles se discutam, os próprios requisitos da sua salvaguarda. Para que se saiba. Para que se conheça. Para que se discuta melhor – isto é, menos mecânica ou superficialmente – o que pode e deve ser o investimento coletivo nessa salvaguarda.


Em termos de programação, o “Foco no Arquivo” traduz-se num longo Ciclo de projeções, estruturado em dois grandes eixos. "A Coleção / As Coleções" propõe um olhar sobre a coleção da Cinemateca, fazendo desta coleção um tema específico de programação e reflexão sobre a actividade de programação. "O Nosso Século XX" percorre o cinema do século XX português, salientando o vínculo entre os filmes e a História do país, entre cada filme e o momento histórico em que foi produzido, para tornar evidente como este cinema – que a Cinemateca tem a missão de salvaguardar – é também, e porventura principalmente, uma poderosíssima testemunha da nossa História coletiva. Do que foi a nossa vida, do que é a nossa vida. Estes dois grandes eixos encontram-se, na mesma preocupação, no mesmo "foco": pois se com eles fazemos do património um assunto de programação, com eles dizemos que também a programação é um assunto de património.

 
02/01/2013, 15h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Ciclo Foco no Arquivo | A Coleção / As Coleções | O Nosso Século XX

Non ou a Vã Glória de Mandar
de Manoel de Oliveira
Portugal, 1990 - 108 min
 
02/01/2013, 19h00 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Ciclo Foco no Arquivo | A Coleção / As Coleções | O Nosso Século XX

Black Narcissus
Quando os Sinos Dobram
de Michael Powell, Emeric Pressburger
Reino Unido, 1946 - 99 min
02/01/2013, 19h30 | Sala Luís de Pina
Ciclo Foco no Arquivo | A Coleção / As Coleções | O Nosso Século XX

Programa de Curtas-Metragens | O Nosso Século XX / Até à República I
duração total da sessão: 60 min
02/01/2013, 22h00 | Sala Luís de Pina
Ciclo Foco no Arquivo | A Coleção / As Coleções | O Nosso Século XX

Langlois
de Eila Hershon, Roberto Guerra
Estados Unidos, 1970 - 52 min
03/01/2013, 15h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Ciclo Foco no Arquivo | A Coleção / As Coleções | O Nosso Século XX

La Prise du Pouvoir par Louis XIV
A Tomada do Poder por Luís XIV
de Roberto Rossellini
França, Burkina Faso, 1966 - 94 min
02/01/2013, 15h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Foco no Arquivo | A Coleção / As Coleções | O Nosso Século XX
Non ou a Vã Glória de Mandar
de Manoel de Oliveira
com Luís Miguel Cintra, Diogo Dória, Miguel Guilherme, Luís Lucas, Carlos Gomes, António Sequeira Lopes
Portugal, 1990 - 108 min
O Nosso Século XX / A Coleção / As Coleções

A História de Portugal vista à luz das suas derrotas, contada pelo Alferes Cabrita aos homens da sua companhia em plena guerra colonial. Ou um filme sobre militares em guerra que evocam momentos de história, e que termina com a morte do Alferes Cabrita no dia 25 de abril de 1974. Um filme essencial sobre os “Non” da História de Portugal. NON é palavra buscada ao Padre António Vieira, que a chamava “terrível palavra”. Prémio Especial do Júri em Cannes.

 

02/01/2013, 19h00 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Foco no Arquivo | A Coleção / As Coleções | O Nosso Século XX
Black Narcissus
Quando os Sinos Dobram
de Michael Powell, Emeric Pressburger
com Deborah Kerr, Sabu, Jean Simmons, Flora Robson
Reino Unido, 1946 - 99 min
legendado em português
A Coleção / As Coleções / Mecenato

O mais demencial dos filmes de Powell e Pressburger, perturbante interrogação sobre a influência que um lugar exerce sobre as pessoas que o habitam, neste caso um grupo de freiras numa isolada mansão dos Himalaias transformada em convento. Um clima denso e sensual (reforçado por uma deslumbrante fotografia a cores e magníficos cenários de estúdio) que, a pouco e pouco, vai desequilibrando as personagens até as colocar à beira da loucura. Cópia entrada na coleção em 2001 com o apoio da Solreis SA.

 

02/01/2013, 19h30 | Sala Luís de Pina
Foco no Arquivo | A Coleção / As Coleções | O Nosso Século XX
Programa de Curtas-Metragens | O Nosso Século XX / Até à República I
duração total da sessão: 60 min
O Nosso Século XX / Até à República

A FAMÍLIA REAL (compilação de filmes rodados entre 1902-1903)
de Júlio Worm
Portugal, 1942 – 7 min / mudo
D. MANUEL NAS FESTAS DO CENTENÁRIO DA GUERRA PENINSULAR
Portugal, 1909 – 1 min / mudo
VIDA ÍNTIMA D’EL-REI D. MANUEL II
Portugal (?), 1909 – 2 min / mudo
BATALHA DE FLORES NO CAMPO GRANDE
BOMBEIROS MUNICIPAIS DE LISBOA
de João Freire Correia
Portugal, 1907 – 5 min + 11 min / mudos
FUNERAIS DE S.M. EL-REI D. CARLOS E DE S.A. O PRÍNCIPE D. LUÍS FILIPE
Portugal (?), 1908 – 7 min / mudo
OBSÈQUES DU ROI DU Portugal
França, 1908 – 12 min / mudo, com intertítulos em português
RIVOLUZIONE IN PORTOGALLO
Itália, 1910 – 6 min / mudo
THE REVOLUTION IN PORTUGAL
Reino Unido, 1910 – 9 min / mudo

 

Seguindo a tendência internacional de “registo” do mundo contemporâneo, Júlio Worm e João Freire Correia registaram visitas de dignatários estrangeiros, paradas e exercícios militares, touradas e, muito insistentemente, os lazeres da família real portuguesa. Trabalhando lado a lado com repórteres enviados de toda a Europa, foram estes operadores que filmaram o funeral de D. Carlos e do príncipe herdeiro em 1908 e a revolução republicana de 1910, acontecimentos centrais da vida portuguesa destes anos. Os filmes destes “caçadores de imagens” constituem um precioso “arquivo visual” do país entre o final do século XIX e o início do século XX, retratando Portugal entre a monarquia e a república.
 

 

02/01/2013, 22h00 | Sala Luís de Pina
Foco no Arquivo | A Coleção / As Coleções | O Nosso Século XX
Langlois
de Eila Hershon, Roberto Guerra
com Henri Langlois, Lilian Gish, Ingrid Bergman, Simone Signoret, Viva
Estados Unidos, 1970 - 52 min
legendado eletronicamente em português
A Coleção / As Coleções / Raridades

Um retrato do mítico fundador da Cinemateca Francesa (e grande amigo da Cinemateca Portuguesa desde os tempos do seu fundador, Félix Ribeiro), que foi talvez o inventor do ofício de programador de filmes e sem dúvida a personalidade mais influente do mundo das cinematecas, amada por uns, odiada por outros. Através dos testemunhos de Langlois e de diversas personalidades e com alguns excertos de filmes, é reconstituída a aventura da Cinemateca Francesa (inseparável de Langlois) entre a sua fundação, em 1936, e a data da realização do filme. 

03/01/2013, 15h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Foco no Arquivo | A Coleção / As Coleções | O Nosso Século XX
La Prise du Pouvoir par Louis XIV
A Tomada do Poder por Luís XIV
de Roberto Rossellini
com Jean¬ Marie Patte, Raymond Jourdan, Katharina Renn, Pierre Barrat
França, Burkina Faso, 1966 - 94 min
legendado em português
A Coleção / As Coleções / Mecenato

O mais célebre dos filmes de Rossellini da fase didática, feitos para a televisão nos anos sessenta e setenta. A TOMADA DO PODER POR LUÍS XIV é uma notável evocação da história de França no momento em que se instaura o poder pessoal e absoluto de Luís XIV e se inicia verdadeiramente o reinado do então jovem Rei Sol, depois da morte do Cardeal Mazarino. Tornou se um modelo – tão teórico como prático – de representação cinematográfica da História e não perdeu nada da sua seca e rigorosa pujança. Cópia entrada na coleção em 2005 com o apoio da Finangeste.