julho de 2020
dstqqss
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
CICLO
Centenário de Jennifer Jones


Em março deste ano cumpriram-se cem anos sobre o nascimento de Jennifer Jones, uma das mais lendárias e carismáticas stars da Hollywood dos anos quarenta e cinquenta. Fogosa e insolente, imagem de marca que filmes como DUEL IN THE SUN ergueram à condição de sex symbol, Jennifer Jones era uma atriz versátil e plena de recursos, tão à vontade no melodrama ou no romanesco histórico como na comédia – e CLUNY BROWN, o seu papel para Lubitsch, é mesmo uma das suas interpretações mais inesquecíveis. Evocamo-la, pensando sobretudo nas noites de final de verão na Esplanada, através de seis filmes que ilustram as várias facetas da atriz, e em que se inclui aquele que terá sido o seu último grande papel, no derradeiro e sublime filme de Henry King, TENDER IS THE NIGHT.
 
 
02/09/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Centenário de Jennifer Jones

Cluny Brown
O Pecado de Cluny Brown
de Ernst Lubitsch
Estados Unidos, 1946 - 100 min
 
03/09/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Centenário de Jennifer Jones

Duel in the Sun
Duelo ao Sol
de King Vidor
Estados Unidos, 1946 - 129 min
04/09/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Centenário de Jennifer Jones

Madame Bovary
Madame Bovary
de Vincente Minnelli
Estados Unidos, 1949 - 114 min
05/09/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Centenário de Jennifer Jones

We Were Strangers
de John Huston
Estados Unidos, 1949 - 106 min
06/09/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Centenário de Jennifer Jones

Tender Is the Night
Terna é a Noite
de Henry King
Estados Unidos, 1961 - 146 min
02/09/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Centenário de Jennifer Jones
Cluny Brown
O Pecado de Cluny Brown
de Ernst Lubitsch
com Jennifer Jones, Charles Boyer, Richard Haydn, Peter Lawford, Una O’Connor
Estados Unidos, 1946 - 100 min
legendado em português | M/12
CLUNY BROWN, último filme de Lubitsch (THAT LADY IN ERMINE foi completado por Preminger), é uma obra corrosiva sobre uma jovem canalizadora que, por via da profissão, conhece um escritor polaco por quem se apaixona. Os tradutores portugueses que acrescentaram o “pecado” ao título lá teriam as suas razões. “Este é o filme de Lubitsch em que a câmara menos se move e em que o vazio ocupa mais lugar. Cineasta tão ligado ao prazer e à carne, é sintomático que tenha terminado filmando o tabu desse prazer e dessa carne, ou o grande escândalo – o pecado – da sua jamais pacífica coexistência” (João Bénard da Costa).
 
03/09/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Centenário de Jennifer Jones
Duel in the Sun
Duelo ao Sol
de King Vidor
com Gregory Peck, Jennifer Jones, Joseph Cotten, Lionel Barrymore, Lillian Gish, Harry Carey
Estados Unidos, 1946 - 129 min
legendado em português | M/12
A mais famosa produção de Selznick depois de GONE WITH THE WIND. Também aqui os realizadores se sucederam, mas a marca de King Vidor predomina sobre a breve passagem dos restantes (Sternberg e Dieterle). Há quem diga que o delirante final foi dirigido pelo próprio Selznick, com a intenção de valorizar a personagem de Jennifer Jones. A sensualidade domina este singular western sobre uma mestiça disputada pelos dois filhos de um grande rancheiro do Texas. A narração inicial (sobre Pearl, a “flor selvagem”) é feita por Orson Welles, não creditado no genérico.
 
04/09/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Centenário de Jennifer Jones
Madame Bovary
Madame Bovary
de Vincente Minnelli
com Jennifer Jones, Van Heflin, James Mason, Louis Jourdan
Estados Unidos, 1949 - 114 min
legendado em português | M/12
Flaubert por Minnelli, com Jennifer Jones no papel de uma das mais célebres personagens femininas da literatura. A adaptação de Minnelli, típica de Hollywood, foi controversa, levando um crítico francês a escrever: “Há duas espécies de pessoas: as que acham que Madame Bovary é um romance de Flaubert e as que acham que é um filme de Minnelli.” A sequência do baile é um dos mais celebrados momentos do cinema do realizador.
 
05/09/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Centenário de Jennifer Jones
We Were Strangers
de John Huston
com John Garfield, Jennifer Jones, Pedro Armendariz, Gilbert Roland, Ramon Novarro
Estados Unidos, 1949 - 106 min
legendado eletronicamente em português | M/12
O cenário é Cuba em 1930 sob a ditadura, pano de fundo para uma história de fracasso, tão típica de Huston. John Garfield é um americano que se liga a um grupo de rebeldes cubanos para a preparação de uma revolta, tendo como ponto de partida o atentado a um ministro. WE WERE STRANGERS foi visto, à época, como “uma peça de propaganda”, capitalista ou comunista, consoante as perspetivas, mas não à imagem da alegoria política contra a House Un-American Activities Committee imaginada com desencanto por Huston. Na Cinemateca, não é mostrado desde 2009.
 
06/09/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Centenário de Jennifer Jones
Tender Is the Night
Terna é a Noite
de Henry King
com Jennifer Jones, Jason Robards Jr., Joan Fontaine, Tom Ewell, Paul Lukas
Estados Unidos, 1961 - 146 min
legendado em espanhol e eletronicamente em português | M/12
Último filme de Henry King. Adaptação do clássico romance de F. Scott Fitzgerald, sobre a relação de um brilhante psiquiatra que casa com a paciente que tratara, a rica Jennifer Jones. Uma evocação poética da “geração perdida” de Fitzgerald.