julho de 2020
dstqqss
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
02/07/2020, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
E a Vida Continua
Buddy Buddy
Os Amigos da Onça
de Billy Wilder
com Jack Lemmon, Walter Matthau, Paula Prentiss, Klaus Kinski
Estados Unidos, 1981 - 96 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Despedida de Billy Wilder, outra vez recorrendo à dupla Lemmon/Matthau e a um elenco surpreendente, que reúne ainda a hawksiana Paula Prentiss e Klaus Kinski (que Wilder considerava ser o “novo Peter Lorre”). Com um argumento adaptado de um filme francês (L’EMMERDEUR, de Francis Veber), conta a história de um assassino profissional (Matthau) constantemente incomodado pelo inquilino do quarto ao lado (Lemmon), homem depressivo e demasiado diligente. Não foi um sucesso, e Wilder reconheceu-o dizendo que preferiria “ignorá-lo”. Mas, sempre sagaz a identificar razões para o sucesso ou o fracasso dos filmes, referiu que usar dois atores cómicos nos papéis principais foi “um erro”, e que para o papel do hitman devia ter escolhido “alguém como Clint Eastwood”. Não é apresentado na Cinemateca desde 2000.

Consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui.
02/07/2020, 22h00 | Esplanada
E a Vida Continua
West Side Story
Amor Sem Barreiras
de Robert Wise, Jerome Robbins
com Natalie Wood, Richard Beymer, George Chakiris, Rita Moreno, Russ Tamblyn, Simon Oakland
Estados Unidos, 1961 - 151 min
legendado em português | M/12
Uma superprodução que teve imenso êxito internacional e apontou para uma renovação do musical americano. Conta-nos Robert Wise que Jerome Robbins, o coreógrafo, "ficou intrigado com a ideia de filmar os números de dança nas ruas de Nova Iorque, mas percebeu que se tratava de um grande desafio, porque se iriam contrastar as suas mais estilizadas coreografias com os ambientes mais realistas do filme" (Robert Wise). A esta aposta formal junta-se a da revisitação à tragédia de amor de Romeu e Julieta de Shakespeare no confronto entre bandos juvenis de Manhattan. A genial música é de Leonard Bernstein e o fabuloso genérico é de Saul Bass.

Consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui.