agosto de 2022
dstqqss
31123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910
Ciclos
Pesquisa
CICLO
A Cinemateca com a Festa do Cinema Italiano: Pasolini Revisitado


A  Cinemateca já dedicou, corria o ano de 2006, um vasto ciclo e catálogo dedicados a essa figura imensa da cultura europeia do século XX que foi Pier Paolo Pasolini. Mas uma obra tão extensa, tão pujante e tão febril como a dele, desenrolada em diversas áreas de ação (e naturalmente, muito para lá do cinema), corre o risco de ser inesgotável. No ano do centenário do seu nascimento, sem voltar a repetir uma retrospetiva do seu trabalho como realizador, impunha-se voltar a essa obra, e investigar os outros modos da relação de Pasolini com o cinema, e do cinema com Pasolini. O ciclo que apresentamos tem, assim, duas vertentes. Por um lado, filmes que contaram com a participação ativa de Pasolini (como argumentista, produtor, ator ou – no caso de UNA VITA VIOLENTA – inspirador), obras onde se contam algumas raridades (como MILANO NERA), e onde é fascinante procurar os traços da sua presença, detetar o que ele trouxe ao universo de outros realizadores. Por outro lado, filmes, todos ou quase todos posteriores à sua morte, onde Pasolini se faz ainda uma presença, refletindo a perenidade e a “desesperada vitalidade” (como no poema dele que faz o título do filme de Mario Martone, UNA DISPERATA VITALITÀ) do seu legado. Esta viagem pela influência de Pasolini, que conta com vários filmes inéditos em Portugal, enquadra a apresentação, que não podia também faltar, de alguns dos títulos maiores da sua obra enquanto realizador – uma obra sempre nova, a que talvez possamos corresponder com um olhar novo.
 
 
04/04/2022, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo A Cinemateca com a Festa do Cinema Italiano: Pasolini Revisitado

Accattone
de Pier Paolo Pasolini
Itália, 1961 - 117 min
 
04/04/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Ciclo A Cinemateca com a Festa do Cinema Italiano: Pasolini Revisitado

La Notte Brava
de Mauro Bolognini
Itália, 1959 - 94 min
04/04/2022, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo A Cinemateca com a Festa do Cinema Italiano: Pasolini Revisitado

Le Bassin de J.W.
de João César Monteiro
Portugal, França, 1997 - 134 min
05/04/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Ciclo A Cinemateca com a Festa do Cinema Italiano: Pasolini Revisitado

Ignoti alla Città | Il Pratone del Casilino
duração total da projeção: 54 min
05/04/2022, 22h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo A Cinemateca com a Festa do Cinema Italiano: Pasolini Revisitado

I Fiore Delle Mille e Una Notte
As Mil e Uma Noites
de Pier Paolo Pasolini
Itália, 1974 - 129 min
04/04/2022, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
A Cinemateca com a Festa do Cinema Italiano: Pasolini Revisitado
Accattone
de Pier Paolo Pasolini
com Franco Citti, Silvana Corsini
Itália, 1961 - 117 min
legendado em português | M/12
Filme de estreia de Pasolini, então com 39 anos e já considerado como um dos nomes mais importantes da literatura italiana (o filme transpõe o seu romance Una Vita Violenta). Trágica história de um pequeno proxeneta de um subúrbio de Roma, filme avesso a qualquer otimismo, realizado de modo “amador”, como diria o próprio Pasolini, ACCATTONE é típico das mudanças trazidas ao cinema neste período, na medida em que marca a chegada ao cinema de um realizador “não cineasta”, alguém que não seguira o itinerário habitual de um realizador de cinema. Também típico é o interesse de Pasolini pelo subproletariado, visto pelo prisma da tragédia individual. A exibir em cópia digital.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
04/04/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
A Cinemateca com a Festa do Cinema Italiano: Pasolini Revisitado
La Notte Brava
de Mauro Bolognini
com Jean-Claude Brialy, Anna Maria Ferrero, Franco Interlenghi, Laurent Terzieff
Itália, 1959 - 94 min
legendado em inglês e eletronicamente em português | M/12
Antes de passar à realização, Pasolini colaborou no argumento de filmes de Mario Soldati, Carlo Lizzani, Fellini e sobretudo Mauro Bolognini. Pasolini considerava o argumento de LA NOTTE BRAVA, baseado no seu romance Ragazzi di vita (publicado em Portugal com o título Vadios) como “o meu primeiro argumento inteiramente meu”. O filme transpõe um capítulo do livro, em que um grupo de jovens, depois de um roubo bem-sucedido, passa a noite a percorrer Roma, usufruindo do produto do roubo. Mas a realização de Bolognini, embora de boa qualidade, se comparada à de ACCATTONE, que Pasolini realizaria dois anos depois, mostra a distância que separa o cinema “regular” e com vedetas daquilo que viria a fazer Pasolini. A exibir em cópia digital.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
04/04/2022, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
A Cinemateca com a Festa do Cinema Italiano: Pasolini Revisitado
Le Bassin de J.W.
de João César Monteiro
com João César Monteiro, Pierre Clémenti, Hugues Quester
Portugal, França, 1997 - 134 min
falado em português e francês com legendas em português | M/12
Um filme que é, em simultâneo, um dos mais “duros” e um dos mais ricos de João César Monteiro (e que adapta alguns textos de Pasolini). A sequência de abertura é genial: a representação de uma peça de Strindberg filmada em longuíssimo plano-sequência, prenúncio de uma obra plena de sensualidade formal. O encenador da peça é Jean de Dieu e encontra um sósia do ator que encarnou a figura de Deus (Max Monteiro), e se apresenta como um lobo de mar que na reforma persegue um sonho de infância em que John Wayne “mexe maravilhosamente a bacia no Pólo Norte”. E é no Pólo Norte que LE BASSIN DE J.W. termina com personagens em fuga de um país descrito como “esta piolheira”.

onsulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
05/04/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
A Cinemateca com a Festa do Cinema Italiano: Pasolini Revisitado
Ignoti alla Città | Il Pratone del Casilino
duração total da projeção: 54 min
legendados eletronicamente em português | M/16
IGNOTI ALLA CITTA
de Cecilia Mangini
Itália, 1958 - 11 min

IL PRATONE DEL CASILINO
“O Prado de Casilino”
de Giuseppe Bertolucci
Itália, 1996 - 43 min

IL PRATONE DEL CASILINO parte da adaptação teatral de um trecho de Petróleo, a última obra narrativa de Pasolini. O monólogo adaptado é o Apontamento 55 do livro, no qual o protagonista narra as relações sexuais que teve com vinte ragazzi di vita em uma só noite, em troca de algumas liras. Foi encenado pela primeira vez em Roma em 1994, pela companhia La Famiglia delle Ortiche e Giuseppe Bertolucci transcreveu esta montagem cuidadosamente em estúdio. Tudo se concentra no ator, que domina totalmente o texto e o espaço: aqui, os rapazes do povo que habitam os romances, os filmes e a vida de Pasolini não têm rostos nem corpos, só o protagonista existe e a sua autoflagelação verbal ilustra a amargura e o desespero de Pasolini no seu período final.  A abrir a sessão, e também remetendo para o universo de Pasolini (mais concretamente para o seu primeiro romance, Ragazzi di vita), uma das três curtas-metragens documentais que Cecilia Mangini fez com comentário escrito por Pasolini. IGNOTI ALLA CITTÀ é exibido em cópia digital.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
05/04/2022, 22h00 | Sala M. Félix Ribeiro
A Cinemateca com a Festa do Cinema Italiano: Pasolini Revisitado
I Fiore Delle Mille e Una Notte
As Mil e Uma Noites
de Pier Paolo Pasolini
com Franco Merli, Ines Pellegrini, Ninetto Davoli, Franco Citti
Itália, 1974 - 129 min
legendado em português | M/16
Terceiro episódio, sem dúvida o mais belo, da “Trilogia da Vida” em que cabem igualmente DECAMERON e OS CONTOS DE CANTERBURY. Pasolini aboliu a personagem de Xerazade da sua versão de As Mil e Uma Noites, que filmou em diversas regiões do mundo islâmico (Irão, Iémen, Etiópia). Tendo como eixo narrativo a história de um rapaz que sai em busca da escrava e amante que fora raptada, Pasolini narra diversas histórias, que se encaixam umas nas outras, umas graves, outras cómicas, num filme que é um canto ao prazer físico. “A verdade não está num sonho único, a verdade está em muitos sonhos.”

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui