CICLO
Escrever Filmar – Escritores no Cinema


Entre as inúmeras relações possíveis de estabelecer entre o cinema e a literatura, uma das mais evidentes é a frequente utilização da figura e do trabalho do escritor enquanto matéria prima narrativa. A abundância de personagens escritores – reais ou imaginários - na história do cinema daria certamente para alimentar vários ciclos. Este Escrever Filmar – Escritores no Cinema parte da centralidade do escritor enquanto personagem num conjunto de dez filmes de ficção. Por um lado, temos retratos romanceados da vida (na verdade tanto a sentimental como a literária) de escritores como Camilo Castelo Branco (O DIA DO DESESPERO) e Florbela Espanca (FLORBELA) ou escritores chamados a defender a sua obra (Gustave Flaubert em MADAME BOVARY), por outro um conjunto de escritores ficcionais a braços com os dilemas da criação quando colide com a vida (a própria e a dos outros), em registos que vão desde a comédia ligeira (DECONSTRUCTING HARRY, DOUBLES VIES), ao drama (PROVIDENCE, FALSCHE BEWEGUNG, MALINA) e ao thriller (THE GHOST WRITER). Sendo eventualmente o único fator de união entre obras tão distintas, a singularidade do escritor face ao mundo funciona aqui como o espelho do trabalho do realizador e alguns destes “retratos” de escritor podem ser igualmente vistos como formas diferidas de auto-representação dos seus autores. O Ciclo – desenhado e apresentado em parceria com a Associação Portuguesa de Escritores (com quem a Cinemateca tinha colaborado anteriormente no Ciclo 7 Livros/7 Filmes, que abordava a adaptação cinematográfica de alguns clássicos da literatura) - terá no início de várias sessões (conforme abaixo indicado) uma breve apresentação a cargo de personalidades convidadas. 
 
 
17/05/2021, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Escrever Filmar – Escritores no Cinema

Providence
Providence
de Alain Resnais
França, Suíça, 1977 - 110 min
 
18/05/2021, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Escrever Filmar – Escritores no Cinema

Florbela
de Vicente Alves do Ó
Portugal, 2012 - 119 min | M/12
19/05/2021, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Escrever Filmar – Escritores no Cinema

Falsche Bewegung
Movimento em Falso
de Wim Wenders
Alemanha, 1974 - 103 min
20/05/2021, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Escrever Filmar – Escritores no Cinema

O Dia do Desespero
de Manoel de Oliveira
Portugal, 1992 - 76 min | M/12
21/05/2021, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Escrever Filmar – Escritores no Cinema

Deconstructing Harry
As Faces de Harry
de Woody Allen
Estados Unidos, 1997 - 95 min
17/05/2021, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Escrever Filmar – Escritores no Cinema

Em colaboração com a APE – Associação Portuguesa de Escritores
Providence
Providence
de Alain Resnais
com John Gielgud, Dirk Bogarde, Ellen Burstyn
França, Suíça, 1977 - 110 min
legendado eletronicamente em português | M/12
sessão apresentada por José Manuel Mendes
Alain Resnais conta-nos a história de um velho romancista inglês que decide escrever um livro baseado em personagens da sua família. Cada qual parece pior do que o outro, mas serão mesmo assim ou será isto fruto da má vontade do escritor? O filme é composto como um puzzle, um pouco à maneira de CITIZEN KANE. Como de costume, Resnais arma “um grande jogo do imaginário”, numa das suas obras mais complexas e, paradoxalmente, mais transparentes, como observou Manuel Cintra Ferreira. 
 
18/05/2021, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Escrever Filmar – Escritores no Cinema

Em colaboração com a APE – Associação Portuguesa de Escritores
Florbela
de Vicente Alves do Ó
com Dalila Carmo, Ivo Canelas, Albano Jerónimo
Portugal, 2012 - 119 min | M/12
sessão apresentada por Luís Machado
com a presença de Vicente Alves do Ó
O atribulado percurso sentimental de Florbela Espanca no Portugal conservador dos anos vinte do século passado é o centro deste biopic sobre a poeta assinado por Vicente Alves do Ó (que posteriormente realizaria também a revisitação da vida de outro atormentado poeta português, Al Berto). Dalila Carmo veste a pele de Florbela Espanca, figura onde se confundem vida e obra e que talvez por isso seja ainda hoje uma referência literária quase pop para várias gerações de leitores. A exibição do filme é antecedida pela leitura de alguns poemas de Florbela Espanca por Dalila Carmo e Maria do Céu Guerra, com acompanhamento ao piano por Rui de Matos. Primeira apresentação na Cinemateca.
 
19/05/2021, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Escrever Filmar – Escritores no Cinema

Em colaboração com a APE – Associação Portuguesa de Escritores
Falsche Bewegung
Movimento em Falso
de Wim Wenders
com Rudiger Vogler, Hanna Schygulla, Hans-Christian Blech, Nastassja Kinski, Ivan Desny
Alemanha, 1974 - 103 min
legendado em português | M/12
Inspirado no Wilhelm Meister de Goethe (1795), FALSCHE BEWEGUNG é o quinto filme de Wim Wenders, aquele em que consolidou o seu lugar como um dos mais importantes cineastas do Novo Cinema alemão de estilo inconfundível. As peregrinações de Meister, que procura ser escritor, levam-no a vários e singulares encontros e interrogações sobre a vida e o papel da arte, mas também a uma reflexão sobre a Alemanha dividida. É o filme de estreia de Nastassja Kinski. 
 
20/05/2021, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Escrever Filmar – Escritores no Cinema

Em colaboração com a APE – Associação Portuguesa de Escritores
O Dia do Desespero
de Manoel de Oliveira
com Mário Barroso, Teresa Madruga, Luis Miguel Cintra, Diogo Dória
Portugal, 1992 - 76 min | M/12
sessão apresentada por António Valdemar
Oliveira aproxima-se dos últimos anos de Camilo Castelo Branco a partir de cartas do escritor, refletindo os seus conflitos e dramas e a relação atormentada com Ana Plácido. Inteiramente filmado na casa de Camilo em S. Miguel de Seide, é um dos mais austeros filmes de Oliveira. O plano que acompanha as rodas da carruagem no início do filme, assim como o plano-sequência final, tornam O DIA DO DESESPERO um exemplo elucidativo da utilização que Oliveira deles faz. 
 
21/05/2021, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Escrever Filmar – Escritores no Cinema

Em colaboração com a APE – Associação Portuguesa de Escritores
Deconstructing Harry
As Faces de Harry
de Woody Allen
com Woody Allen, Kirstie Alley, Judy Davis, Billy Crystal, Rlisabeth Shue, Demi Moore, Robin Williams
Estados Unidos, 1997 - 95 min
legendado em português | M/12
Woody Allen é Harry Block, um autor em crise de inspiração. Os personagens que criou ao longo da sua carreira vão-se materializando a pouco e pouco, com todos os seus problemas existenciais (um personagem “desfocado”, por exemplo) ajudando-o a superar a crise, após uma irresistível visita guiada ao Inferno.