CICLO
Bernardo Sassetti - A Música como Ficção


Bernardo Sassetti (1970-2012), músico tão importante pela sua virtuosa carreira como compositor e como pianista, foi igualmente um nome fundamental da composição para cinema. Nenhum outro compositor português conta com uma tão ampla quantidade de bandas sonoras no currículo, marcando um percurso de íntima relação entre a música e a imagem, cuja paixão terá mesmo começado na Cinemateca, nas sessões de cinema mudo que acompanhou nos anos 1990 e na sua colaboração aquando da encomenda de uma nova partitura para acompanhar o restauro do clássico MARIA DO MAR de Leitão de Barros em 2000. Ao longo de menos de dez anos, Bernardo Sassetti assinou a composição da música de quase duas dezenas de filmes nacionais, entre os quais o próprio destacava o trabalho com José Álvaro Morais em QUARESMA, realizador a quem dedica o álbum Ascent, e com Marco Martins em ALICE, filme cujo sucesso esteve muito ligado à sua banda sonora. O contacto entre a música e a imagem foi constante na sua vida, e a influência apresenta-se mútua e também patente na sua ampla obra fotográfica.
É nesta ligação que Sassetti explica a sua visão artística: “gosto de uma certa estranheza, de um certo mistério nas imagens.
E preocupo-me pouco com as coisas mais objetivas. (...) Gosto de pensar que a música é uma ficção, uma forma de contar uma história dentro de uma outra forma de contar a mesma história.” A sua música transmite esta ideia através de dinâmicas e nuances que sobressaem a partir de modulações tonais que se desenvolvem no background das linhas melódicas, e assim como na importância que reiteradamente dá ao silêncio criando relações inextricáveis entre música e imagem. Este Ciclo presta homenagem ao compositor, 10 anos após a sua morte, mostrando os filmes em que o seu fulcral trabalho dentro do cinema português teve maior relevância.
 
 
13/01/2022, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Bernardo Sassetti - A Música como Ficção

Alice
de Marco Martins
Portugal, 2005 - 105 min | M/16
 
18/01/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Ciclo Bernardo Sassetti - A Música como Ficção

As Terças da Bailarina Gorda | Facas e Anjos
duração total da projeção: 113 min | M/12
20/01/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Ciclo Bernardo Sassetti - A Música como Ficção

Quaresma
de José Álvaro Morais
Portugal, 2003 - 95 min | M/12
21/01/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Ciclo Bernardo Sassetti - A Música como Ficção

A Costa dos Murmúrios
de Margarida Cardoso
Portugal, França, Alemanha, 2004 - 120 min | M/12
24/01/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Ciclo Bernardo Sassetti - A Música como Ficção

O Milagre Segundo Salomé
de Mário Barroso
Portugal, França, 2004 - 94 min | M/12
13/01/2022, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Bernardo Sassetti - A Música como Ficção

Em colaboração com a Casa Bernardo Sassetti
Alice
de Marco Martins
com Nuno Lopes, Beatriz Batarda, Miguel Guilherme
Portugal, 2005 - 105 min | M/16
sessão apresentada por Beatriz Batarda e Inês Laginha (Diretora Artística da Casa Bernardo Sassetti)
A estreia na longa-metragem de Marco Martins. ALICE evolui em torno do drama de um jovem casal, cuja filha pequena desapareceu há alguns meses. O pai (Nuno Lopes) dedica-se a uma rotina obsessiva, percorrendo diariamente os locais por onde passava com a miúda, colando cartazes, e verificando uma rede de câmaras de vídeo espalhadas por uma Lisboa soturna e chuvosa, sempre à cata de indícios que o ponham na pista da filha. Música de Bernardo Sassetti.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
18/01/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Bernardo Sassetti - A Música como Ficção

Em colaboração com a Casa Bernardo Sassetti
As Terças da Bailarina Gorda | Facas e Anjos
duração total da projeção: 113 min | M/12
AS TERÇAS DA BAILARINA GORDA
de Jeanne Waltz
com Luisa Salgueiro, Marina Nabais, Ana Bustorff
Portugal, 2000 – 21 min

FACAS E ANJOS
de Eduardo Guedes
com Miguel Moreira, Carla Bolito, Raul Solnado, Ana Bustorff, José Raposo
Portugal, 2000 – 92 min

Em AS TERÇAS DA BAILARINA GORDA, Jeanne Waltz apresenta-nos Luísa, ex-bailarina que perdeu a forma devido ao nascimento do filho. Acompanha as suas terças-feiras de folga, os seus passeios com o neto, as conversas com a amiga que gosta de homens tristes, e a libertação dos seus ressentimentos. Com argumento de Vicente Alves do Ó em colaboração com Carlos Saboga e música de Bernardo Sassetti, realizado no contexto de uma série de telefilmes produzidos pela SIC, FACAS E ANJOS de Eduardo Guedes é um drama agridoce sobre um miúdo do Colégio Militar que troca a disciplina e a hierarquia pela magia da vida de circo. Alguns temas transitam de outro filme de Guedes, NA PELE DO URSO (1989).

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
 
20/01/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Bernardo Sassetti - A Música como Ficção

Em colaboração com a Casa Bernardo Sassetti
Quaresma
de José Álvaro Morais
com Beatriz Batarda, Filipe Cary, Ricardo Aibéo
Portugal, 2003 - 95 min | M/12
Último filme de José Álvaro Morais, quase um reverso do precedente PEIXE LUAo Sul dá lugar ao Norte (Serra da Estrela) e desta se passa para a costa dinamarquesa. Conciso, sombrio e enevoado, QUARESMA volta a contar histórias de desorientação familiar e de fugas sempre impossíveis de completar. A interpretação de Beatriz Batarda, “no fio da navalha”, foi particularmente elogiada. A música é de Bernardo Sassetti.
 
21/01/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Bernardo Sassetti - A Música como Ficção

Em colaboração com a Casa Bernardo Sassetti
A Costa dos Murmúrios
de Margarida Cardoso
com Beatriz Batarda, Filipe Duarte, Mónica Calle, Adriano Luz
Portugal, França, Alemanha, 2004 - 120 min | M/12
É o filme de estreia na longa-metragem de ficção de Margarida Cardoso, a partir da adaptação do romance de Lídia Jorge. Evocação de Moçambique no estertor da época colonial, A COSTA DOS MURMÚRIOS segue o percurso de uma mulher (Beatriz Batarda), casada com um oficial. Entre as ausências do marido (a guerra) e a imponência da paisagem, desenrola-se a sua narrativa interior, história de reconhecimentos e desencantos de vária ordem. Para o ambiente hipnótico do filme muito contribui a música de Bernardo Sassetti.
 
24/01/2022, 19h30 | Sala Luís de Pina
Bernardo Sassetti - A Música como Ficção

Em colaboração com a Casa Bernardo Sassetti
O Milagre Segundo Salomé
de Mário Barroso
com Ana Bandeira, Nicolau Breyner, Ricardo Pereira, Paulo Pires, Filipe Duarte
Portugal, França, 2004 - 94 min | M/12
com a presença de Mário Barroso
Primeira incursão de Mário Barroso na realização (depois de ANIVERSÁRIO, feito para a televisão), o filme adapta o romance de José Rodrigues Miguéis: no contexto social e político das primeiras décadas do século XX em Portugal, uma jovem prostituta e devota torna-se objeto das atenções de um banqueiro. O fio narrativo segue a história da sua protagonista cruzando-a com a dos relatos das aparições de Fátima, que circulam na mesma época. Retrato de um tempo, é também um filme que se detém na questão da aparência.