CICLO
A Propósito da Exposição Resistência Visual Generalizada


A Cinemateca associa-se à exposição Resistência Visual Generalizada – Livros de Fotografia e Movimentos de Libertação: Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e Cabo-Verde, Anos 1960-80 com curadoria de Catarina Boieiro e Raquel Schefer - a qual pode ser visitada até ao dia 27 de novembro no Torreão Nascente da Cordoaria Nacional -, com a exibição de uma obra só muito raramente vista em Portugal (e nunca na versão longa agora apresentada) sobre a independência de Moçambique: 25 de Celso Luccas e José Celso.
 
 
25/11/2022, 18h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo A Propósito da Exposição Resistência Visual Generalizada

25
de Celso Luccas, José Celso
Moçambique, 1977 - 140 min | M/16
 
25/11/2022, 18h30 | Sala M. Félix Ribeiro
A Propósito da Exposição Resistência Visual Generalizada
25
de Celso Luccas, José Celso
Moçambique, 1977 - 140 min | M/16
sessão apresentada por Raquel Scheffer e Catarina Boieiro
Realizado pelos realizadores brasileiros Celso Luccas e José Celso, 25 fez parte de uma iniciativa do Instituto Nacional de Cinema de Moçambique para consolidar uma imagem nacional do país após a sua independência. Este documentário parte das comemorações da libertação na noite de 25 de Junho de 1975 para construir um pensamento sobre os conflituosos processos de libertação, através de uma exploração que percorre toda a história da resistência do povo moçambicano ao longo das diversas fases de colonização, massacres e guerras contra o exército português. Primeira apresentação na Cinemateca.