maio de 2017
dstqqss
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910
Ciclos
Pesquisa
19/05/2017, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
O Factor Preminger
Carmen Jones
Carmen Jones
de Otto Preminger
com Dorothy Dandridge, Harry Belafonte, Olga James, Pearl Bailey, Joe Adams
Estados Unidos, 1954 - 104 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Uma provocante “revisão” da ópera de Bizet, a partir da adaptação feita por Oscar Hammerstein II, que transforma a famosa cigana numa negra, e D. José num sargento do exército americano. Fabulosa fotografia de Sam Leavitt e Preminger num dos seus momentos altos. Destaque para a presença de Pearl Bailey que entoa uma das mais famosas melodias, e para o genérico de Saul Bass com a sua “rosa de fogo”. A apresentar em cópia digital.
 
19/05/2017, 18h30 | Sala Luís de Pina
O Factor Preminger
Bonjour Tristesse
Bom Dia Tristeza
de Otto Preminger
com Deborah Kerr, David Niven, Jean Seberg, Mylene Demongeot
Estados Unidos, 1958 - 94 min
legendado em espanhol | M/12
Depois de ter contribuído para a desmontagem do modelo clássico de Hollywood, Preminger não deixou de procurar novos e alternativos caminhos. BONJOUR TRISTESSE é um bom exemplo disso, com uma estrutura e um estilo que resultam de um encontro feliz entre uma sensibilidade americana e uma sensibilidade europeia, entre a cor e o preto e branco e entre um complexo trio de personagens (Kerr, Niven e Seberg), cujo vértice, como escrevia João Bénard da Costa, é “o anjo (da morte ou da vida)”. Um filme de uma beleza e de uma tristeza avassaladoras.
 
19/05/2017, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Cinema Português: Novos Olhares – III
O Primeiro Verão
de Adriano Mendes
com Anabela Caetano, Adriano Mendes
Portugal, 2014 - 105 min | M/12
Com a presença de Adriano Mendes
A primeira longa-metragem de Adriano Mendes, realizada de forma independente, foi uma das grandes surpresas nacionais da história do IndieLisboa. Vencedor de vários prémios, e alvo de uma extensa carreira internacional (que levaria, mais tarde, a uma estreia nas salas comerciais), O PRIMEIRO VERÃO é uma história sensível, lírica e romântica sobre um primeiro amor: tanto aquele que mais dói como o que traz mais esperança. Inspirado na vida real dos protagonistas, o filme resulta, também, de uma filmagem feita ao longo de ano e meio na Sertã. Primeira exibição na Cinemateca.
 
19/05/2017, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Almada, da Dança das Formas à Imaginação
The Thief of Bagdad
O Ladrão de Bagdad
de Raoul Walsh
com Douglas Fairbanks, Julanne Johnston, Anna May Wong, Sojin, Brandon Hurst, Snitz Edwards, Charles Belcher
Estados Unidos, 1924 - 155 min
mudo, intertítulos em inglês, legendados eletronicamente em português | M/12
Com acompanhamento ao piano por João Paulo Esteves da Silva
Uma deslumbrante fantasia oriental inspirada nos contos das Mil e Uma Noites, produzida e interpretada por Douglas Fairbanks. Seguem-se as aventuras de Ahmed, um ágil e hábil ladrão que se apaixona pela princesa de Bagdad e parte à descoberta do objeto mais precioso do mundo para obter a sua mão. O filme destaca-se pelos deslumbrantes cenários e figurinos muito influenciados pelo trabalho do cenógrafo e pintor Léon Bakst para os Ballets Russes e em concreto para o espetáculo Scheherazade. A propósito da sua vinda a Portugal em 1917, Almada escreveria o célebre Manifesto dos Bailados Russos em Lisboa, texto único que os considera como paradigma do seu tempo na sua “compreensão feliz da Arte moderna”. O diálogo que então estabelece com a companhia de Diaghilev será determinante no contexto da sua obra plástica e nos bailados por si concebidos enquanto dançarino, coreógrafo e figurinista. A apresentar em cópia digital.