11/06/2024, 14h00 | Espaço 39 Degraus
Instalação SEMPRE
Instalação SEMPRE
SEMPRE
A palavra, o sonho e a poesia na rua

Uma instalação de Luciana Fina para os 50 anos do 25 de Abril

De 25 de Abril a 30 Junho

Segunda-feira a sábado das 14h até ao final da última sessão do dia

Entrada livre

Consulte a folha de sala aqui
11/06/2024, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Revisitar o Cinema Novo de Taiwan

Em colaboração com o Taiwan Film and Audiovisual Institute, com o Apoio do Centro Económico e Cultural de Taipei em Portugal
Nu Zi Xue Jiao
“Escola de Raparigas”
de Lee Mi-Mi
com Niu Tien, Han Chin, Ping-Yu Chang, Debbie Chou
Taiwan, 1982 - 92 min
legendado em português | M/12
Chih-Ting e Chia-Ling são duas inesperáveis melhores amigas que estudam numa escola secundária feminina. A sua profunda e intensa relação de amizade chama a atenção de uma outra colega da escola, Chun-Hsueh, que se tenta aproximar das duas amigas. Após ser rejeitada por Chih-Ting, Chun-Hsueh começa a espalhar um boato sobre uma potencial relação romântica entre as duas raparigas. Numa tentativa de acabar com os rumores que circulam pela escola, a irmã de Chia-Ling tentará afastar as duas amigas, uma separação que Chih-Ting não conseguirá aceitar.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
11/06/2024, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Que Farei Eu com Esta Espada?
The Volga Boatman
O Barqueiro do Volga
de Cecil B. DeMille
com William Boyd, Elinor Fair, Robert Edeson, Victor Varconi
Estados Unidos, 1926 - 133 min
mudo, intertítulos em inglês, legendados eletronicamente em português | M/12
Revolução
Um filme em que a revolução bolchevista serve de pano de fundo para aventuras romanescas e românticas, desta vez a história de uma aristocrata que se apaixona por um camponês. Surpreendentemente para um filme cujo realizador viria a ser um campeão do anticomunismo e ativo colaborador da “caça às bruxas” do período maccarthysta, THE VOLGA BOATMAN não assume uma posição antagónica em relação à revolução e, no desenlace, a aristocracia e o proletariado acabam por se unir: “O sangue da velha Rússia é necessário para construir a nova Rússia”. DeMille explicou o facto dizendo que quis fazer um filme “sobre a pequena minoria de homens que ousam levantar a cabeça sob o jugo da opressão” e que em 1925 “o comunismo russo ainda não se revelara como uma tirania pior do que a que tinha substituído”. O filme é magnificamente encenado e marcado por um forte erotismo.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
11/06/2024, 19h30 | Sala Luís de Pina
Revisitar o Cinema Novo de Taiwan

Em colaboração com o Taiwan Film and Audiovisual Institute, com o Apoio do Centro Económico e Cultural de Taipei em Portugal
A Fu De Li Wu
“Ah Fu”
de Mak Tai-Kit, Lo Wei-Ming, Li Chi-Hua
com Ellen Chan, Chun-Fang Chang, Hui-Kung Chang
Taiwan, 1984 - 104 min
legendado em português | M/12
Uma antologia composta por três segmentos (cada um assinado por um realizador diferente) que giram em torno de três protagonistas homónimos. No primeiro segmento, realizado por Mak Tai-Kit, Ah Fu é um jovem mecânico automóvel de Hong Kong, que divide o seu tempo entre o trabalho e a diversão com os amigos, confrontando-se com os típicos dilemas da juventude (os problemas familiares e amorosos e a incerteza do futuro). No segmento realizado por Lo Wei-Ming, Ah Fu vive na China, no período da Revolução Cultural e é condenado a prestar serviço nos campos de “reeducação pelo trabalho”. Quando, dez anos depois, volta a ser um homem livre, Ah Fu descobre que o mundo que conhecia mudou drasticamente. No último segmento, assinado por Li Chi-Hua, o protagonista é um jovem empresário que vive na capital taiwanesa e procura alcançar o sucesso na indústria do catering enfrentando a implacável competição com o auxílio dos valiosos conselhos de um adivinho.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA aqui
11/06/2024, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Que Farei Eu com Esta Espada?
La Jetée | Beyond The Time Barrier
duração total da projeção: 102 min
legendados eletronicamente em português | M/12
Futuro
LA JETÉE
de Chris Marker
França, 1962 – 28 min

BEYOND THE TIME BARRIER
de Edgar G. Ulmer
com Robert Clarke, Darlene Tompkins, Vladimir Sokoloff
EUA, 1960 – 74 min

Na sequência de uma 3ª Guerra Mundial, um homem é mantido prisioneiro e submetido aos efeitos de uma viagem no tempo para a época do pré-guerra, em busca de uma solução para o destino da humanidade. LA JETÉE é um marco no cinema de ficção-científica e um dos mais originais e complexos foto-filmes da História do cinema. As cerca de 200 de fotografias que o compõem têm a capacidade de revelar os tempos (passados, presentes e futuros) de uma geração que assiste à própria morte. Juntamente com a obra-prima de Chris Marker, um dos últimos filmes de Edgar G. Ulmer, uma incursão na ficção-científica barata (pouco mais de cem mil dólares custou o filme) mas altamente representativa dos sentimentos da Guerra Fria. Um piloto da Força Aérea americana, ao regressar de uma experiência com um novo avião supersónico, encontra a sua base transformada numa cidade subterrânea e distópica: é que por alguma razão misteriosa quando quebrou a barreira do som também viajou no tempo, e está agora no ano… 2024. A exibir em cópias digitais.

consulte a FOLHA DA CINEMATECA de LA JETÉE aqui
 
consulte a FOLHA DA CINEMATECA de BEYOND THE TIME BARRIER aqui