11/02/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
In Memoriam Bernardo Bertolucci
La Strategia del Ragno
A Estratégia da Aranha
de Bernardo Bertolucci
com Giulio Brogi, Alida Valli
Itália, 1970 - 100 min
legendado eletronicamente em português | M/16
Adaptado de um conto de Borges, Tema do Traidor e do Herói, LA STRATEGIA DEL RAGNO é uma obra maior de Bertolucci, construída em forma de inquérito policial, na qual um homem procura descobrir a verdade que se esconde por detrás da imagem do seu pai como mártir antifascista, descobrindo uma personalidade dúbia e uma conspiração para fazer dele essa vítima esperada. Como PRIMA DELLA RIVOLUZIONE e IL CONFORMISTA, este filme marcado pelo desencanto entrelaça o tema político e a vida pessoal, como “uma terapia psicanalítica, embora nunca de modo direto”, nas palavras do realizador.
 
11/02/2019, 18h30 | Sala Luís de Pina
In Memoriam Marceline Loridan
Marceline, une Femme, un Siècle
de Cordelia Dvoràk
França, 2018 - 59 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Um documentário produzido pela televisão francesa, pouco tempo antes da morte de Marceline Loridan, que atravessa, pelos vários passos da sua vida (e com testemunhos da própria), toda uma história de um século XX marcado pela guerra, pela discriminação, e pela luta pela liberdade, seja no ativismo contra a guerra da Argélia, nas marcas deixadas pelo Holocausto e Auschwitz, ou o encontro com Joris Ivens, com quem viveria e trabalharia. Um encontro com uma mulher, autora e realizadora marcante para entendermos o passado, a luta pela nossa liberdade, e as questões e lutas políticas que ainda nos apoquentam, hoje, no nosso presente. Primeira exibição na Cinemateca.
 
11/02/2019, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
70 Anos, 70 Filmes 2ª Parte: 35 Histórias do Cinema Contemporâneo (II)
Nana
Nana
de Valérie Massadian
com Kelyna Lecomte, Marie Delmas, Alain Sabras
França, 2011 - 68 min
legendado em português | M/12
Primeiro filme de Valérie Massadian, que entretanto deu sequência à sua obra como realizadora com MILLA, estreado entre nós no ano passado. NANA é um dos mais poderosos filmes sobre – e com – a infância vistos em muitos anos. Uma miúda de quatro anos fica sozinha em casa (numa zona rural francesa) e é como se tudo, o mais pequeno gesto, a mais anódina caminhada, correspondesse a uma aventura, e à descoberta do mundo (ou, para o espectador, redescoberta). Um filme extraordinário, assente no trabalho da sua espantosa pequena protagonista, talvez a presença infantil mais notável desde o já longínquo PONETTE de Jacques Doillon.
 
11/02/2019, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
In Memoriam Bernardo Bertolucci
L’Ultimo Tango a Parigi
O Último Tango em Paris
de Bernardo Bertolucci
com Marlon Brando, Maria Schneider, Jean-Pierre Léaud
Itália, França, 1972 - 128 min
legendado em português | M/18
O ÚLTIMO TANGO EM PARIS foi um verdadeiro fenómeno de popularidade mundial, inclusive, paradoxalmente, nos países onde não foi exibido por motivos de censura, devido ao escândalo que causou. Um homem de meia-idade e uma mulher mais jovem encontram-se ocasionalmente em Paris, num apartamento e durante três dias têm uma intensa relação, em que ao sexo desabrido vem juntar-se a obsessão com a morte. Um marco do cinema dos anos setenta. A música é de Gato Barbieri. A apresentar em cópia digital.