julho de 2020
dstqqss
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
CICLO
Ante-Estreias


Esta rubrica regular de conceito mais abrangente do que a literalidade da sua designação, dá este mês lugar a três sessões. A primeira delas propõe as curtas-metragens de Susana Nobre e Nuno Lisboa, numa sessão que continua com a longa-metragem de 1985 de Manuela Serra (programado em “O Que Quero Ver”), num alinhamento que segue o programa concebido por Inês Sapeta Dias para o festival États Généraux du Film Documentaire de Lussas 2012. A segunda apresenta um projeto artístico do coletivo Musa paradisíaca, uma projeção de diapositivos com faixa sonora, complementada com a apresentação de dois títulos do início de 1909 de Segundo de Chómon, LA GROTTE DES ESPRITS e EXCURSION DANS LA LUNE (igualmente programados em “O Que Quero Ver”). A terceira reúne um conjunto de curtas-metragens de diversos registos realizadas entre 2006 e 2012 por vários realizadores em contextos de produção própria.

05/04/2013, 21h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Ciclo Ante-Estreias

A Torre | Lisboa-Província
 
10/04/2013, 22h00 | Sala Luís de Pina
Ciclo Ante-Estreias

Auto da Emulação
de Musa paradisiaca (Eduardo Guerra e Miguel Ferrão)
Portugal, 2013 - 14 min / projeção de diapositivos
 
11/04/2013, 21h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Ciclo Ante-Estreias

Programa de Curtas-Metragens Portuguesas em Ante-Estreia
duração total da sessão: 94 min
05/04/2013, 21h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Ante-Estreias

Abril 2013
A Torre | Lisboa-Província
com a presença de Susana Nobre, Nuno Lisboa

A TORRE
de Nuno Lisboa
Portugal, 2011 – 22 min
LISBOA-PROVÍNCIA
de Susana Nobre
com Maria do Céu Nobre, Susana Nobre, Brites Borralho, Joana Borralho, Marta Borralho
Portugal, 2010 – 18 min
 
A TORRE estreou no Doclisboa’11, e é um retrato do depósito de livros da Biblioteca Nacional: “A distância a percorrer pelos empregados que devem fazer a busca dos livros, a conveniência de iluminar suficientemente os depósitos, o recurso aos meios mecânicos mais eficientes e económicos, o modo de armazenar em boas condições de arrumação e pesquisa constituem algumas das condições a que é forçoso atender na conceção dos Depósitos” (Porfírio Pardal Monteiro, Extractos da memória descritiva da Biblioteca Nacional, 1961). LISBOA-PROVÍNCIA é o mais recente filme de Susana Nobre, apresentado pela primeira vez no Curtas Vila do Conde: “Em casa de um doente, uma enfermeira executa os gestos de cuidar. Maria do Céu é enfermeira há mais de quarenta anos num antigo hospital de Lisboa dedicado ao cuidado de doentes com cancro. Veio de uma aldeia no Alentejo com dezasseis anos para Lisboa. No hospital, lê o processo de uma doente falecida, sua amiga. O processo é depositado no arquivo. Maria do Céu retorna ao Alentejo, onde canta no coro da casa do povo da terra onde nasceu.” O alinhamento da sessão segue o programa concebido por Inês Sapeta Dias para o festival États Généraux du Film Documentaire de Lussas 2012 e inclui a apresentação de O MOVIMENTO DAS COISAS de Manuela Serra e tem a duração total de 125 minutos (ver entrada em “O Que Quero Ver”).
 

10/04/2013, 22h00 | Sala Luís de Pina
Ante-Estreias

Abril 2013
Auto da Emulação
de Musa paradisiaca (Eduardo Guerra e Miguel Ferrão)
com vozes: Diogo Silva, José Luiz Moreira, João Vicente, Leonor Carvalho e Rita Nazaré
Portugal, 2013 - 14 min / projeção de diapositivos
sessão apresentada por Eduardo Guerra e Miguel Ferrão, seguida de debate

AUTO DA EMULAÇÃO é um projeto artístico do coletivo Musa paradisiaca, em que uma projeção de diapositivos pintados à mão é acompanhada por uma peça sonora. Como descrevem os autores: “À semelhança de uma sessão de hipnotismo, conduzida por uma voz dominante, um conjunto de personagens encadeia diferentes formas de relação com a crença, enquanto problemática comum.” O programa é complementado por dois filmes fantásticos realizados por Segundo de Chómon (1981-1929), tendo as projecções uma duração total de 25 minutos (ver entrada em “O Que Quero Ver”).

11/04/2013, 21h30 | Sala Dr. Félix Ribeiro
Ante-Estreias

Abril 2013
Programa de Curtas-Metragens Portuguesas em Ante-Estreia
duração total da sessão: 94 min
com a presença dos realizadores

PORQUÊ?
de Ricardo Machado
com Rita Martins, Luis Amarelo, Nuno Vinagre
Portugal, 2006 – 4 min
A ESTAÇÃO
de Paulo César Fajardo
com Paulo P. Silva, Catarina Fajardo, Carlos Geria
Portugal, 2006 – 35 min
EM TERRA FRÁGIL
de Bruno Carnide
com Nuno Nunes, Alice da Cunha, Beatriz Costa, Filipe Carvalho
Portugal, 2011 – 9 min
VERÃO 77
de Adriano Mendes
com João Silvestre, Tiago Fernandes
Portugal, 2011 – 13 min
SANGUE FRIO
de Patrick Mendes
com Andresa Soares, Lígia Soares
Portugal, 2009 – 13 min
THE HEADLESS NUN
de Nuno Sá Pessoa
com Miguel Sá Pessoa, Samuel Anderson
Portugal, 2012 – 5 min
BANANA MOTHERFUCKER
de Pedro Florêncio, Fernando Alle
com André Silva, Paula Mendes
Portugal, 2011 – 15 min

A sessão reúne sete curtas-metragens realizadas entre 2006 e 2012 num programa com a assinatura de Ricardo Machado, Paulo César Fajardo, Bruno Carnide, Adriano Mendes, Patrick Mendes, Nuno Sá Pessoa, Pedro Florêncio e Fernando Alle. PORQUÊ? é apresentado pela Universidade Moderna e IAT. A ESTAÇÃO é apresentado pela Apoclypse Films & >Fastforward>. EM TERRA FRÁGIL foi produzido por Bruno Carnide. VERÃO 77 é um exercício filmado pelos alunos do terceiro ano do curso de cinema. SANGUE FRIO foi escrito, produzido e realizado por Patrick Mendes. THE HEADLESS NUN é uma produção Skookum Films. BANANA MOTHERFUCKER é uma produção Clones.