junho de 2020
dstqqss
31123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829301234
567891011
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
CICLO
As Cinematecas Hoje: UCLA Film & Television Archive (II)


Em fevereiro, inaugurámos uma série de ciclos e conferências intitulada “As Cinematecas Hoje”, com uma homenagem à Cinemateca de Bolonha. Em março e abril, prestamos homenagem ao UCLA Film & Television Archive (Los Angeles), cujo Diretor, Jan-Christopher Horak, esteve connosco no primeiro destes dois meses. Nascido de uma primeira unidade de arquivo de televisão criada em 1965 (à qual se juntou o grande arquivo de cinema poucos anos depois), o UCLA Film & Television Archive é o segundo mais importante arquivo cinematográfico americano, depois da Biblioteca do Congresso, em Washington. Considerado ainda o maior dos arquivos de cinema associados a uma universidade, o UCLA Film & Television Archive, pelo facto de se situar na capital da indústria cinematográfica americana, pôde também estabelecer contactos privilegiados com as grandes produtoras de Hollywood e formar uma imensa coleção, baseada, em grande parte, em depósitos delas. Paralelamente, a instituição lançou-se numa política sistemática de restauro de grandes filmes clássicos de Hollywood e também de filmes mais obscuros, sempre que possível no suporte original em película.
Chegamos agora à segunda e última parte deste Ciclo, composto unicamente por cópias em 35 mm, restauradas, vindas da riquíssima coleção daquele arquivo. A lógica da programação, que se desdobrou em vinte e cinco programas, com um total de vinte e seis filmes, consistiu em cotejar dez grandes clássicos do cinema americano e quinze outros programas compostos por filmes relativamente raros ou obscuros, inéditos na Cinemateca. Para os grandes clássicos, foram escolhidos filmes que, com uma única exceção, não passavam na Cinemateca há pelo menos quatro anos. A restante programação foi dividida em duas partes: por um lado, filmes criminais ou “noirs” dos anos quarenta e cinquenta, que formam uma parte significativa da produção americana do período; por outro lado, uma seleção de filmes de diversos géneros realizados nos anos trinta, que foi um dos grandes períodos do cinema clássico, pois os códigos narrativos ainda não estavam definitivamente estabelecidos e, hoje, é sem dúvida o mais negligenciado. Em abril, além das segundas passagens de sete títulos que tinham sido apresentados uma só vez em março, podemos rever quatro grandes clássicos (dois dos anos trinta e dois dos anos cinquenta) e descobrir seis filmes raros e esplêndidos, três dos quais pertencem genericamente ao género criminal e três outros ilustram a variedade e a liberdade do cinema dos anos trinta.
 
 
02/04/2018, 18h30 | Sala Luís de Pina
Ciclo As Cinematecas Hoje: UCLA Film & Television Archive (II)

Bachelor’s Affairs
de Alfred Werker
Estados Unidos, 1932 - 64 min
 
02/04/2018, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo As Cinematecas Hoje: UCLA Film & Television Archive (II)

Cleopatra
Cleópatra
de Cecil B. DeMille
Estados Unidos, 1934 - 100 min
03/04/2018, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo As Cinematecas Hoje: UCLA Film & Television Archive (II)

The Music Box | Way Out West
duração total da projeção: 95 min | M/12
04/04/2018, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo As Cinematecas Hoje: UCLA Film & Television Archive (II)

Hollow Triumph / The Scar
A Cicatriz
de Steve Sekely
Estados Unidos, 1948 - 83 min
04/04/2018, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo As Cinematecas Hoje: UCLA Film & Television Archive (II)

The Guilty
de John Reinhardt
Estados Unidos, 1947 - 71 min
02/04/2018, 18h30 | Sala Luís de Pina
As Cinematecas Hoje: UCLA Film & Television Archive (II)
Bachelor’s Affairs
de Alfred Werker
com Adolphe Menjou, Minna Gombell, Arthur Pierson
Estados Unidos, 1932 - 64 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Joias dos Anos 30
Rara e divertidíssima comédia sobre o sexo. Um velho solteirão conquistador é levado a casar-se com uma aventureira muito mais nova do que ele. Mas a “dum blonde” é mesmo burrinha e o homem parece já não ter energia para o apetite sexual dela, o que é demonstrado através do pouco entusiasmo que manifesta nas atividades desportivas do casal. Farto daquilo, o homem começa a intrigar para achar um namorado adequado para a sua esposa. O filme é narrado a grande velocidade e está recheado de diálogos atrevidos, típicos do cinema americano anterior ao Código Hays, cujas regras absurdamente puritanas seriam as tábuas da lei de Hollywood durante quase trinta anos. Primeira exibição na Cinemateca em março.
 
02/04/2018, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
As Cinematecas Hoje: UCLA Film & Television Archive (II)
Cleopatra
Cleópatra
de Cecil B. DeMille
com Claudette Colbert, Warren William, Henry Wilcoxon, Gertrude Michael
Estados Unidos, 1934 - 100 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Grandes Clássicos
“Sangue, sexo e Bíblia”: esta foi a fórmula mágica para o cinema de Cecil B. DeMille, embora no período mudo tenha realizado muitas histórias modernas, com muito sexo, mas sem sangue, nem Bíblia. Era inevitável que o realizador que veio a personificar os excessos de Hollywood realizasse uma CLEÓPATRA, tanto mais que o filme mais recente sobre a rainha egípcia datava de 1916. Aqui, DeMille é mais DeMille do que nunca, com uma mise-en-scène grandiosa, um argumento estapafúrdio e réplicas como “Wait! I haven’t had my breakfast yet” e “César está em Alexandria com Cleópatra. / Será que ela é preta?”. Uma cena erótica que ficou famosa foi o banho da rainha numa banheira cheia de leite. Claudette Colbert interpreta o papel com perfeição, isto é, com uma dose visível de ironia. O filme não é apresentado na Cinemateca desde 2008.
 
03/04/2018, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
As Cinematecas Hoje: UCLA Film & Television Archive (II)
The Music Box | Way Out West
duração total da projeção: 95 min | M/12
Joias dos Anos 30
THE MUSIC BOX
de James Parrott
com Stan Laurel e Oliver Hardy
Estados Unidos, 1932 – 30 min / legendado eletronicamente em português
WAY OUT WEST
Bucha e Estica a Caminho do Oeste
de James W. Horne
com Stan Laurel e Oliver Hardy
Estados Unidos, 1937 – 65 min / legendado eletronicamente em português

Um programa dedicado à dupla cómica mais célebre e amada da história do cinema, Laurel e Hardy, vulgos Bucha e Estica em Portugal, em cópias recentemente restauradas pela UCLA. A dupla formou-se nos anos vinte, no final do período mudo, mas foi nos anos trinta que chegou ao apogeu. Como tantos atores cómicos, Laurel e Hardy viveram variadíssimas aventuras, em que provam sempre a sua incompetência. Em THE MUSIC BOX, um dos filmes mais célebres da dupla, a ação consiste em tentar, de mil maneiras, subir um piano vertical por uma escada. Em WAY OUT WEST, Laurel e Hardy estão no Oeste americano. Têm a missão de transportar uma certa quantidade de ouro à filha de um falecido minerador, mas têm, evidentemente, de enfrentar mil obstáculos, o principal dos quais é o bandido lá da terra. Primeiras exibições na Cinemateca em março.
 
04/04/2018, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
As Cinematecas Hoje: UCLA Film & Television Archive (II)
Hollow Triumph / The Scar
A Cicatriz
de Steve Sekely
com Paul Henreid, Joan Bennett, Eduard Franz
Estados Unidos, 1948 - 83 min
legendado eletronicamente em português | M/12
“Noir”, thrillers, filmes criminais
Steve Sekely, realizador húngaro, fez mais de vinte filmes no seu país natal nos anos trinta, antes de trabalhar em vários outros países. A julgar por HOLLOW TRIUMPH / THE SCAR, sabia do ofício. Trata-se de uma pequena joia, que contém diversos elementos essenciais do filme negro: o clima de medo, mentiras e incerteza, a lembrança da psicanálise, então na moda em Hollywood. Um homem sai da cadeia, comete imediatamente um crime e decide mudar de identidade para se proteger, mas incorre num erro terrível e nada corre como previsto. No papel principal, Paul Henreid, o herói puro de CASABLANCA. A protagonista feminina, encarnado por Joan Bennett, não é uma “mulher de bandido” mas sim uma psicóloga. Primeira exibição na Cinemateca em março.
 
04/04/2018, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
As Cinematecas Hoje: UCLA Film & Television Archive (II)
The Guilty
de John Reinhardt
com Bonita Granville, Don Castle, Regis Toomey
Estados Unidos, 1947 - 71 min
legendado eletronicamente em português | M/12
“Noir”, thrillers, filmes criminais
Baseado numa história de Cornell Woolrich (cujos contos foram adaptados, por exemplo, em THE LEOPARD MAN e REAR WINDOW), THE GUILTY é um “filme de gémeos” e também uma brilhante narrativa criminal, com um argumento construído sobre as simetrias entre personagens. Dois amigos, que partilham um apartamento, conhecem duas irmãs gémeas, uma “boa” e uma “má”. A primeira é assassinada (nos filmes de gémeos, um dos dois costuma morrer) e o seu namorado é injustamente suspeito do crime. Um excelente exemplo do cinema clássico americano de série B, produzido pela Monogram, a empresa à qual Jean-Luc Godard dedicou À BOUT DE SOUFFLE. Primeira exibição na Cinemateca.