CICLO
Ante-Estreias


A primeira das duas ante-estreias de novembro, AOS NOSSOS AMIGOS, corresponde à longa-metragem de estreia de Afonso Mota, um filme em que a música tem um papel essencial. HENRIQUE ESPÍRITO SANTO – ATÉ AMANHÃ, HENRIQUE!, documentário de Miguel Cardoso sobre Henrique Espírito Santo, é revelado em primeira exibição pública absoluta.
 
 
09/11/2017, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Ante-Estreias

Aos Nossos Amigos
de Afonso Mota
Portugal, 2017 - 70 min / M/12
 
18/11/2017, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Ante-Estreias

Henrique Espírito Santo – Até Amanhã, Henrique! | Material Extra
duração total da projeção: 82 min | M/6
09/11/2017, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ante-Estreias
Aos Nossos Amigos
de Afonso Mota
com João Doria, Inês Carvalho, Sara Graça, Miguel Abreu, Maria Reis
Portugal, 2017 - 70 min / M/12
Com a presença de Afonso Mota
Primeira longa-metragem de Afonso Mota, realizador que recebeu uma menção honrosa no Festival Curtas de Vila do Conde, em 2015, com o filme SALA VAZIA. AOS NOSSOS AMIGOS divide-se em quatro contos e, no seguimento das suas curtas-metragens, foi realizado entre amigos, cujas vidas observamos. Entre cidades e montanhas, a música que se faz e se ouve, é uma obra entre o documentário e a ficção, que contou com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian. A banda sonora cabe a Putas Bêbadas, Caveira, Pega Monstro, entre outros.
 
18/11/2017, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ante-Estreias
Henrique Espírito Santo – Até Amanhã, Henrique! | Material Extra
duração total da projeção: 82 min | M/6
Com a presença de Miguel Cardoso e Henrique Espírito Santo
HENRIQUE ESPÍRITO SANTO – ATÉ AMANHÃ, HENRIQUE!
de Miguel Cardoso
Portugal, 2017 – 60 min
MATERIAL EXTRA
de Miguel Cardoso
Portugal, 2017 – 22 min

Henrique Espírito Santo é o protagonista do segundo filme da série “Vidas com Rumo” concebida e realizada por Miguel Cardoso que, em 2008, assinou um primeiro sobre o diretor de fotografia Abel Escoto (ABEL ESCOTO – FRAGMENTOS DE VIDA E OBRA). Produtor, cineclubista de formação, antifascista militante, a quem a Cinemateca dedicou uma retrospetiva em 2016, Henrique Espírito Santo evoca na primeira pessoa o seu percurso no cinema iniciado nos anos sessenta, em depoimentos filmados ao longo de vários anos, e ilustrado por excertos de obras da sua filmografia e fontes documentais dessa sua história que é, também, a do cinema português. A projeção de ATÉ AMANHÃ, HENRIQUE!, essencialmente centrado na atividade de produtor de Espírito Santo, é sucedida da apresentação de um alinhamento de material não montado no filme preparado para esta ocasião. Primeira exibição pública absoluta.