agosto de 2017
dstqqss
303112345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
3456789
Ciclos
Pesquisa
CICLO
Carta Branca a Paula Rego


Em abril, a Cinemateca mostra um conjunto de filmes escolhidos por Paula Rego, uma "Carta Branca" composta por dez títulos que, por diferentes motivos, mais ou menos evidentes, marcaram a artista e a sua obra. O programa insere-se numa homenagem à artista que envolve a estreia portuguesa do documentário PAULA REGO, HISTÓRIAS & SEGREDOS, um retrato muito íntimo da pintora realizado pelo seu filho, Nick Willing, e distribuído pela Midas Filmes (dia 6), com sessão de ante-estreia e homenagem na Fundação Calouste Gulbenkian (dia 4), e a inauguração de uma nova exposição na Casa das Histórias Paula Rego com o título do filme e uma forte componente biográfica (dia 7).
Na Cinemateca, a "Carta Branca" traduz a importância do cinema no imaginário e no trabalho de uma das mais importantes artistas do presente, que em várias obras cita explicitamente o cinema, como acontece nas séries de pinturas que convocam filmes de Walt Disney como BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES, um dos títulos incluídos neste programa. O "excesso amoroso e religioso" e a "atmosfera opressiva" de BLACK NARCISSUS, o "realismo" de LOS OLVIDADOS, o universo fantástico presente no famoso livro de contos Pentamerone (adaptado em TALE OF TALES), ou a admiração por Giulietta Masina (GIULIETTA DEGLI SPIRITI), são apenas algumas das razões invocadas pela artista para a reunião de dez filmes tão diferentes pois, por detrás de cada uma destas escolhas, há sempre "uma história". Paula Rego estará na Cinemateca no dia 5 para acompanhar a primeira sessão da "Carta Branca".
 
 
05/04/2017, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Carta Branca a Paula Rego

Black Narcissus
Quando os Sinos Dobram
de Michael Powell, Emeric Pressburger
Reino Unido, 1946 - 99 min
 
10/04/2017, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Carta Branca a Paula Rego

Snow White and the Seven Dwarfs
Branca de Neve e os Sete Anões
de Walt Disney (supervisão de realização de David Hand)
Estados Unidos, 1937 - 83 min
13/04/2017, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Carta Branca a Paula Rego

Los Olvidados
de Luis Buñuel
México, 1950 - 80 min
17/04/2017, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Carta Branca a Paula Rego

La Ronde
de Max Ophuls
França, 1950 - 97 min
18/04/2017, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Carta Branca a Paula Rego

Giulietta degli Spiriti
Julieta dos Espíritos
de Federico Fellini
Itália, França, 1965 - 131 min
05/04/2017, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Carta Branca a Paula Rego
Black Narcissus
Quando os Sinos Dobram
de Michael Powell, Emeric Pressburger
com Deborah Kerr, Sabu, Jean Simmons, Flora Robson
Reino Unido, 1946 - 99 min
legendado em português | M/12
Com a presença de Nick Willing
O mais demencial dos filmes de Powell e Pressburger, perturbante interrogação sobre a influência que um lugar exerce sobre as pessoas que o habitam, neste caso um grupo de freiras numa isolada mansão dos Himalaias transformada em convento. O clima denso e sensual (reforçado por uma deslumbrante fotografia a cores e magníficos cenários de estúdio) do filme vai desequilibrando as personagens até as deixar à beira da loucura. Uma referência cinematográfica fundamental para Paula Rego, que escolheu BLACK NARCISSUS para abrir o Ciclo.
 
10/04/2017, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Carta Branca a Paula Rego
Snow White and the Seven Dwarfs
Branca de Neve e os Sete Anões
de Walt Disney (supervisão de realização de David Hand)
Estados Unidos, 1937 - 83 min
dobrado em português do Brasil | M/6
Foi a primeira longa-metragem de animação da História do cinema e, desde sempre, um dos maiores êxitos de bilheteira de Walt Disney. Reposto várias vezes, acompanhando (e conquistando) as novas gerações de espectadores, é um filme com momentos inesquecíveis, como os anões na mina de diamantes, a sua dança com Branca de Neve e a desesperada corrida para a salvarem das mãos da bruxa. SNOW WHITE AND THE SEVEN DWARFS foi um dos primeiros filmes vistos por Paula Rego em criança e é uma muito direta fonte de inspiração para o seu trabalho.
 
13/04/2017, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Carta Branca a Paula Rego
Los Olvidados
de Luis Buñuel
com Alfonso Mejía, Roberto Cobo, Miguel Incán, Stela Inda
México, 1950 - 80 min
legendado eletronicamente em português | M/12
LOS OLVIDADOS é uma das obras-primas absolutas de Luis Buñuel e foi o filme que fez “renascer” a sua carreira, depois de um longo período de obscuridade. Ambientado na cidade do México, segue crianças e adolescentes pobres, num mundo terrivelmente cruel em que nem os bons nem os maus conseguem salvar-se (foi considerado “insuportavelmente pessimista” por muitos comunistas à época e proibido no Portugal de Salazar), LOS OLVIDADOS alterna o realismo mais duro com breves momentos de evasão onírica. Aspetos que, por si só, justificam a sua inclusão nesta "Carta Branca". Um filme intensíssimo. 
 
17/04/2017, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Carta Branca a Paula Rego
La Ronde
de Max Ophuls
com Anton Walbrook, Simone Signoret, Gérard Philipe, Simone Simon, Isa Miranda, Daniel Gélin
França, 1950 - 97 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Max Ophuls adapta, de novo, (depois de LIEBELEI, em 1932) uma história de Arthur Schnitzler, sobre a “ronda do amor”, com uma série de pares, orquestrada por um demiurgo, Walbrook, que comenta, provoca e interrompe os romances que se distribuem por vários episódios. Um fabuloso desfile de vedetas num dos filmes mais brilhantes de Ophuls.
 
18/04/2017, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Carta Branca a Paula Rego
Giulietta degli Spiriti
Julieta dos Espíritos
de Federico Fellini
com Giulietta Masina, Sandra Milo, Mario Pisu, Valentina Cortese, Milena Vukotic
Itália, França, 1965 - 131 min
legendado em português | M/12
Oito anos depois de AS NOITES DE CABÍRIA, Fellini volta a dirigir a sua mulher, Giulietta Masina, nesta sua primeira longa-metragem a cores. E, a par de Masina, o uso da cor é precisamente um dos grandes trunfos do filme, que trata das frustrações sexuais de uma mulher de meia-idade da alta burguesia italiana. Se em LA RONDE a admiração de Paula Rego se concentrava em Gérard Philipe, aqui desloca-se obviamente para Giulietta Masina.