abril de 2020
dstqqss
2930311234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293012
3456789
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
CICLO
In Memoriam José Lopes


José Lopes (1958-2019) foi um ator raro e de percurso invulgar. Formado em Antropologia, cedo lhe preferiu o teatro, e trabalhou com Rogério de Carvalho, Adolfo Gutkin ou Luis Miguel Cintra. Encenou e interpretou a peça Eu, Antonin Artaud, e teve funções de docência da disciplina de direção de atores na Escola Superior de Teatro e Cinema. Homem generoso, cinéfilo apaixonado (durante muito tempo foi espectador assíduo das sessões da Cinemateca), nos últimos anos deu muito de si a um grupo de jovens cineastas, cujos filmes protagonizou, filmes que, nalguns casos, eram construídos à sua medida, como ofertas a retribuírem a sua generosidade. É o caso dos dois filmes a apresentar nesta sessão, de João Rodrigues e José Oliveira, que são também dois exemplos das profundas generosidade e genuinidade com que José Lopes se entregava a tudo aquilo em que acreditava.
 
 
31/03/2020, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo In Memoriam José Lopes

Curtas-metragens
duração total da sessão: 99 min | M/12
 
31/03/2020, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
In Memoriam José Lopes
Curtas-metragens
duração total da sessão: 99 min | M/12
com as presenças de José Oliveira, Mário Fernandes e Marta Ramos
ENSEMBLE JER, OS ANOS 90
Portugal, 1992-1999 – 8 min
DÁ-ME UMA GOTINHA DE ÁGUA
de José Oliveira
Portugal, 2013 – 5 min
GLAZE
de Clara Jost
Portugal, 2018 – 14 min
IR E VIR
de José Oliveira
Portugal, 2011 – 7 min
ADEUS LISBOA
de João Rodrigues
com José Lopes, João Rodrigues
Portugal, 2012 – 20 min
MAIO MADURO MAIO
de José Oliveira
Portugal, 2015 – 9 min
LONGE
de José Oliveira
com José Lopes, Luísa Braga, Rui Carvalho
Portugal, 2016 – 36 min

ADEUS LISBOA é o filme de um reencontro entre um pai e um filho, em Lisboa, estando o primeiro doente. LONGE, o filme de José Oliveira que mais projeção obteve (foi seleccionado para o festival de Locarno), conta outra história de viagens e reencontros: um homem solitário chega à cidade, revisita pessoas e lugares, e volta a partir. Em ambos, o protagonista é José Lopes, ator de uma entrega que funde tudo, corpo real e corpo ficcional. A sessão inclui ainda alguns vídeos musicais e outras curtas-metragens feitas em âmbito escolar, sempre com a participação de José Lopes.