agosto de 2020
dstqqss
2627282930311
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
303112345
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
CICLO
Ante-Estreias


A ante-estreia de duas curtas-metragens portuguesas de produção recente e assinadas por jovens realizadores (A RAPARIGA DE BERLIM de Bruno Freitas Leal e AMOR, AVENIDAS NOVAS de Duarte Coimbra) serve de pretexto à “reposição” de outros dois filmes de cineastas da geração anterior (CINEMAAMOR de Jacinto Lucas Pires e VENUS VELVET de Jorge Cramez), possíveis inspirações ou influências mais ou menos explícitas dos primeiros. Quatro filmes sobre a beleza e a glória que há nas histórias de amor, mesmo nas que acabam mal.
 
 
28/01/2020, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Ante-Estreias

A Rapariga de Berlim | Cinemaamor | Amor, Avenidas Novas | Venus Velvet
duração total da projeção: 66 min | M/12
 
28/01/2020, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ante-Estreias
A Rapariga de Berlim | Cinemaamor | Amor, Avenidas Novas | Venus Velvet
duração total da projeção: 66 min | M/12
com a presença dos realizadores
A RAPARIGA DE BERLIM
de Bruno de Freitas Leal    
com Marta Cunha, Frederico Andrade
Portugal, 2015 – 13 min
CINEMAAMOR
de Jacinto Lucas Pires
com António Simão, Sylvie Rocha, Bruno Bravo, Manuel Wiborg, Rita Durão, João Bénard da Costa
Portugal, 1999 – 16 min
AMOR, AVENIDAS NOVAS
de Duarte Coimbra
com Manuel Lourenço, Beatriz Luís, Marcelo Tavares, Carolina Caramujo, Nena Coimbra
Portugal, 2018 – 20 min
VENUS VELVET
de Jorge Cramez
com Ana Moreira, Ana Brandão, Ricardo Aibéo, Cláudio da Silva
Portugal, 2002 – 17 min

Uma rapariga regressa a Lisboa após uma estada em Berlim para reencontrar o ex-namorado. Ao tentar restabelecer a antiga relação, a rapariga apercebe-se, pouco a pouco, que a dependência emocional e física é o único elemento de ligação entre ambos. A RAPARIGA DE BERLIM venceu a secção Novíssimos do IndieLisboa 2015. Em CINEMAAMOR, Joaquim é um romântico empregado de supermercado. Tem como único amigo Gaspar, que fala quase só por citações cinéfilas. Nos tempos livres, passeia pela cidade à procura da mulher certa. Mas quando a encontra, ela atira-se de uma varanda. Segue-se então uma dança, como num musical, e uma óbvia surpresa... AMOR, AVENIDAS NOVAS é uma encantadora fábula sobre o romantismo. Manel atravessa Lisboa com um colchão às costas e decide fazer uma pausa. Nem de propósito entra na rodagem de um filme onde conhece Rita e tudo volta a fazer sentido. Vencedor do Prémio Novo Talento da Competição Nacional do IndieLisboa 2018. VENUS VELVET conta-nos uma história de amor que dura o breve tempo que antecede a queda de um cometa; uma história de amor que existe sob a hipótese do fim do mundo. Vencedor de três prémio no Curtas Vila do Conde em 2002. À exceção deste filme, são todas primeiras apresentações na Cinemateca.