agosto de 2017
dstqqss
303112345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
3456789
Ciclos
Pesquisa
05/05/2017, 18h30 | Sala Luís de Pina
Imagem por Imagem (Cinema de Animação)
A Obra de Nuno Amorim
duração total da projeção: 56 min | M/12
Com a presença de Nuno Amorim
CAIXA NEGRA
Portugal, 2000 – 13 min
AS 7 CAIXAS
Portugal, 2016 – 5 min
A NOIVA DO GIGANTE
Portugal, 2007 – 7 min
TRABALHO DO CORPO
Portugal, 2007 – 7 min
TODOS OS PASSOS
Portugal, 2008 – 6 min
A ÚNICA VEZ
Portugal, 2010 – 6 min
O CANTO DOS 4 CAMINHOS
Portugal, 2014 – 12 min
de Nuno Amorim

Nascido em Lisboa em 1952, Nuno Amorim fez estudos de Arquitectura e foi diretor de arte nas agências de publicidade FCB e Publicis. Mais tarde trabalhou na RTP, primeiro como designer gráfico, depois como realizador e finalmente como chefe do departamento gráfico, onde escreveu e realizou várias curtas de animação, documentários e séries culturais, sendo responsável por uma boa parte do grafismo da estação entre 1977 e 1998. Entretanto, em 1991, com Zepe (José Pedro Cavalheiro, seu colega animador e já convidado das nossas sessões), fundou a produtora “Animais”, onde continuou com regularidade a sua obra de cineasta de animação, ao mesmo tempo que produzia filmes de cineastas emergentes na área, como Isabel Aboim Inglez (que também já mostrou aqui a sua obra), Cristina Teixeira, Filipe Abranches, André Carrilho ou André Ruivo, de quem a produtora leva o último trabalho, O CIRCO, à Competição Nacional do IndieLisboa 2017. Além dos filmes que constam do programa, Nuno Amorim apresentará uma breve mostra do seu trabalho na publicidade e na autoria de genéricos para a RTP
22/05/2017, 18h30 | Sala Luís de Pina
Imagem por Imagem (Cinema de Animação)
Hou Zi Diao Yu | Yu Bang Xiang Zheng | Jia Zi Jiu Lu | Shan Shui Qing
duração total da projeção: 63 min | M/12
HOU ZI DIAO YU / MONKEY FISSHING IN THE STREET
de Shu Ling
China, 1983 – 15 min / sem diálogos
YU BANG XIANG ZHENG / THE STRUGGLE BETWEEN SNIPE AND MUSSELS
de Hu Jinqing
China, 1983 – 10 min / sem diálogos
JIA ZI JIU LU / SAVING THE DEER
de Lin Wenxiao, Chang Guangxi
China, 1985 – 19 min / sem diálogos
SHAN SHUI QING / FEELINGS OF MOUNTAIN AND WATERS
de Wei Te
China, 1988 – 19 min / sem diálogos

Continuando a abordagem ao mesmo universo iniciada nesta rubrica no mês anterior, apresentamos uma nova série de curtas-metragens de animação chinesas produzidas pelo Estúdio de Animação de Xangai na década de oitenta. Mais uma vez, trata-se de obras de evidente beleza plástica, adaptando na sua generalidade contos tradicionais chineses e com recurso a uma linguagem essencialmente visual, sem diálogos. Entre os quatro filmes, assinala-se a inclusão de YU BANG XIANG ZHENG (THE STRUGGLE BETWEEN SNIPE AND MUSSELS), vencedor do Urso de Prata de Berlim para melhor curta-metragem em 1984, ou SHAN SHUI QING (FEELINGS OF MOUNTAIN AND WATERS), de Wei Te, o inventor de uma técnica de animação própria com recurso a aguarela e tinta-da-china, e de que este é o derradeiro exemplo produzido pelos estúdios, num momento de forte concorrência com o mercado internacional, nomeadamente norte-americano.