CICLO
Dia Mundial do Património Audiovisual


A Cinemateca volta a celebrar o Dia Mundial do Património Audiovisual, sempre comemorado pelos membros da FIAF – Federação Internacional dos Arquivos de Filmes a 27 de outubro. Assim se evoca a data em que, na Assembleia Geral de Belgrado em 1980, a UNESCO adotou a “Recomendação para a Salvaguarda e a Conservação das Imagens em Movimento”.
Depois de, em 2019, a data ter sido assinalada com a projeção de um filme mudo português (A ROSA DO ADRO) restaurado pela Cinemateca e numa sessão que contou com a interpretação ao vivo da música original, a celebração deste ano faz-se com um título icónico do cinema moderno: À BOUT DE SOUFFLE de Jean-Luc Godard, que recentemente concluiu seis décadas de existência e que vamos exibir na nova versão digital apresentada como um dos grandes acontecimentos da última edição do festival Il Cinema Ritrovato de Bolonha.
 
 
27/10/2020, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo Dia Mundial do Património Audiovisual

À Bout de Souffle
O Acossado
de Jean-Luc Godard
França, 1959 - 90 min
 
27/10/2020, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Dia Mundial do Património Audiovisual
À Bout de Souffle
O Acossado
de Jean-Luc Godard
com Jean Paul Belmondo, Jean Seberg, Daniel Boulanger
França, 1959 - 90 min
legendado eletronicamente em português | M12
Ao lado de LES 400 COUPS, este é o grande “filme-símbolo” da Nouvelle Vague e um dos filmes que abre as portas do cinema moderno. Foi o primeiro sinal de que, como escreveu Serge Daney, este novo cinema não só não se contentava em sacudir o “antigo”, como ameaçava, literalmente, destruí-lo. À BOUT DE SOUFFLE é um dos filmes que melhor ilustra as consequências práticas e teóricas dos postulados da Nouvelle Vague, fazendo “explodir” o cinema para depois o reinventar. A primeira longa-metragem de Godard resultava, por si mesma, num dos momentos mais decisivos da história do cinema, com Belmondo recriando também um mito clássico, o de Bogart. A apresentar na nova versão digital.