maio de 2020
dstqqss
262728293012
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31123456
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
CICLO
A Cinemateca com o Indielisboa: Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto


A colaboração entre a Cinemateca e o IndieLisboa, em 2019 na sua 16ª edição, resulta na programação e organização de uma retrospetiva dedicada a Anna Karina (que o Indie elege como “Heroína Independente 2019”) e retoma a apresentação, na Cinemateca, da secção do festival “Director’s Cut”, em rima com sessões “em contexto”, refletindo a História do cinema, a sua memória e o seu património. O programa acompanha as datas do festival, que decorre em Lisboa entre 2 e 12 de maio. No caso da retrospetiva Anna Karina, estende-se até 17 de maio com cinco apresentações de filmes em segunda passagem.

Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto
Todos os filmes “Director’s Cut” programados são primeiras exibições na Cinemateca. As presenças anunciadas nas sessões são as que foi possível confirmar à data de fecho do programa mensal da Cinemateca. INTRODUZIONE ALL’OSCURO, de Gastón Solnicki, e TROUBLE IN PARADISE, de Ernst Lubitsch, são apresentados numa dupla de sessões em homenagem a Hans Hurch (1952-2017), cujas passagens tanto no IndieLisboa como na Cinemateca foram memoráveis.
 
 
02/05/2019, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo A Cinemateca com o Indielisboa: Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto

Trouble in Paradise
Ladrão de Alcova
de Ernst Lubitsch
Estados Unidos, 1932 - duração total da projeção: 90 min
 
02/05/2019, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo A Cinemateca com o Indielisboa: Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto

Introduzione all’Oscuro
de Gastón Solnicki
Argentina, Áustria, 2018 - 70 min
03/05/2019, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo A Cinemateca com o Indielisboa: Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto

Les Résultats du Féminisme | Be Natural: The Untold Story of Alice Guy-Blaché
duração total da projeção: 110 min | M/12
04/05/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo A Cinemateca com o Indielisboa: Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto

Angel Face
Vidas Inquietas
de Otto Preminger
Estados Unidos, 1953 - 91 min
04/05/2019, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
Ciclo A Cinemateca com o Indielisboa: Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto

Nice Girls don’t Stay for Breakfast
de Bruce Weber
Estados Unidos, 2018 - 93 min
02/05/2019, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
A Cinemateca com o Indielisboa: Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto

Em colaboração com Indielisboa – Associação Cultural
Trouble in Paradise
Ladrão de Alcova
de Ernst Lubitsch
com Herbert Marshall, Miriam Hopkins, Kay Francis, Edward Everett Horton
Estados Unidos, 1932 - duração total da projeção: 90 min
Director’s Cut em Contexto

antecedido por um excerto do registo da apresentação do filme por Hans Hurch na Cinemateca em 2017 (8 min / legendado em português)
TROUBLE IN PARADISE, que de certo modo emparelha com DESIGN FOR LIVING, é uma das obras mais perfeitas de Ernst Lubitsch, levando a extremos os temas centrais do seu cinema, o sexo e o dinheiro. Uma comédia sobre enganos e mistificações, sobre ladrões de luva branca e joias preciosas, ladrões de e na alcova, para quem o roubo é um estimulante erótico, o prolongamento natural do amor. Um duelo de virtuosismos na tela e atrás da câmara, com diálogos atrevidíssimos, que se tornariam impossíveis com a promulgação do famigerado Código Hays. A apresentar em rima com INTRODUZIONE ALL’OSCURO de Gastón Solnicki, em homenagem a Hans Hurch. No início da sessão, apresenta-se um excerto do registo da apresentação de TROUBLE IN PARADISE por Hans Hurch na Cinemateca em 22 de março de 2017, no contexto do programa “Histórias do Cinema: Hans Hurch / Ernst Lubitsch”.
 
02/05/2019, 21h30 | Sala M. Félix Ribeiro
A Cinemateca com o Indielisboa: Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto

Em colaboração com Indielisboa – Associação Cultural
Introduzione all’Oscuro
de Gastón Solnicki
Argentina, Áustria, 2018 - 70 min
legendado em inglês e eletronicamente em português | M/12
Director’s Cut

com a presença de Gastón Solnicki
O argentino Gastón Solnicki filmou um retrato da cidade de Viena inspirado na vida de Hans Hurch, diretor da Viennale durante vinte especiais anos, depois do súbito falecimento deste em 2017. Conheceram-se quando Solnicki apresentou o seu filme SÜDEN em 2008 na Viennale, num momento que marcou o início de uma bela amizade. Hans Hurch foi crítico e programador de cinema, e entre várias outras coisas assistente de Jean-Marie Straub e Danièle Huillet, no teatro e no cinema. INTRODUZIONE ALL’OSCURO propõe um itinerário pela cidade de Hans Hurch, a quem é delicadamente dedicado. A fotografia é de Rui Poças.
 
03/05/2019, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
A Cinemateca com o Indielisboa: Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto

Em colaboração com Indielisboa – Associação Cultural
Les Résultats du Féminisme | Be Natural: The Untold Story of Alice Guy-Blaché
duração total da projeção: 110 min | M/12
Director’s Cut em Contexto / Director’s Cut
LES RÉSULTATS DU FÉMINISME
de Alice Guy-Blaché
França, 1906 – 7 min / mudo, sem intertítulos
BE NATURAL: THE UNTOLD STORY OF ALICE GUY-BLACHÉ
de Pamela B. Green
Estados Unidos, 2018 – 103 min / legendado eletronicamente em português | M/12

A pioneira do cinema Alice Guy-Blaché foi uma das primeiras realizadoras da História, mas a sua própria história continua a ser pouco e mal conhecida. Pamela B. Green traça o percurso ímpar de Alice Guy-Blaché, em França e nos Estados Unidos, a partir de uma investigação documental que mostra material de arquivo dos filmes (creditados ou não) da realizadora e entrevistas filmadas de época. Assumindo um lado detectivesco e o cariz de tributo, BE NATURAL vai buscar o seu título a uma máxima da própria Alice Guy. Detém-se na sua entrada no mundo “do cinema” em 1894, aos 21 anos, e o importante trabalho que desenvolveu na Gaumont dois anos mais tarde; na mudança para os Estados Unidos e na produtora Solax, por ela cofundada em 1910; na sua impressionante e inovadora produção como realizadora de mais de mil títulos até 1919; no trabalho de esquecimento de que foi alvo. Narração de Jodie Foster. A abrir a sessão, LES RÉSULTATS DU FÉMINISME, um dos títulos do catálogo Gaumont da vasta e ainda muito desconhecida filmografia de Alice Guy-Blaché. E um dos surpreendentes filmes realizados no início do século XX. Trata-se de um dos filmes em que a realizadora abordou o que hoje se designa por “questões de género”: no universo de LES RÉSULTATS DU FÉMINISME os papeis e imagens de homens e mulheres estão invertidos.
 
04/05/2019, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
A Cinemateca com o Indielisboa: Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto

Em colaboração com Indielisboa – Associação Cultural
Angel Face
Vidas Inquietas
de Otto Preminger
com Robert Mitchum, Jean Simmons, Herbert Marshall
Estados Unidos, 1953 - 91 min
legendado em português | M/12
Director’s Cut em Contexto
“O único pesadelo lírico do cinema”, segundo as palavras de Ian Cameron, mostra Jean Simmons como uma jovem da alta burguesia que é um “anjo da morte” e acaba por se destruir a si própria. Sombrio melodrama com conotações psicanalíticas, ANGEL FACE é também uma variação sobre o tema da mulher maléfica, tão presente no cinema americano deste período. Mitchum é o seu amante, um homem que a mulher arrasta para o crime e que é incapaz de dominar a situação. A apresentar em rima com NICE GIRLS DON’T STAY FOR BREAKFAST de Bruce Weber.
 
04/05/2019, 19h00 | Sala M. Félix Ribeiro
A Cinemateca com o Indielisboa: Director’s Cut / Director’s Cut em Contexto

Em colaboração com Indielisboa – Associação Cultural
Nice Girls don’t Stay for Breakfast
de Bruce Weber
Estados Unidos, 2018 - 93 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Director’s Cut

Dadas as alterações de programa decorrentes do cancelamento da vinda a Lisboa de Anna Karina, o filme NICE GIRLS DON’T STAY FOR BREAKFAST, de Bruce Weber, com e sobre Robert Mitchum, é apresentado em segunda passagem na sessão de dia 8 de maio, às 19 horas, na sala M. Félix Ribeiro.
Retrato filmado de Robert Mitchum por Bruce Weber, o conhecido fotógrafo americano que filmou o ator em finais dos anos noventa, em encontros com amigos, saídas noturnas, a cantar e a gravar canções para um disco que não chegou a acontecer. O material, filmado em 16 e 35 mm, película preto e branco, foi guardado por Weber quando o ator morreu em 1997, e retomado para este filme-tributo a Mitchum que conta com participações de Johnny Depp, John Mitchum, Frances Fisher, Emie Amemiya, Bob Stevens, Benicio del Toro ou Al Ruddy. NICE GIRLS DON’T STAY FOR BREAKFAST evoca o ator extraordinário e as surpreendentes facetas de Robert Mitchum.