julho de 2020
dstqqss
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678
PROGRAMA
Ciclos
Pesquisa
13/12/2018, 18h30 | Sala Luís de Pina
O Que Quero Ver

Por sugestão dos espectadores
Melancholia
Melancolia
de Lars von Trier
com Kirsten Dunst, Charlotte Gainsbourg, Kiefer Sutherland
Dinamarca, Suécia, França, Alemanha, 2011 - 135 min
legendado em português | M/12
MELANCOLIA é dividido em duas partes, protagonizadas pelas duas irmãs que são as protagonistas do filme: Justine, que tem êxito profissional e conhece diversos episódios depressivos, e Claire, que tem um marido rico e filhos perfeitos. O casamento de Justine, celebrado em casa da irmã, é caótico e acaba por não se consumar. As duas irmãs também têm preocupações astrais: Justine nota o desaparecimento de uma estrela da constelação de Escorpião, ao passo que Claire está à espera da colisão do planeta Melancolia com a Terra, cujas consequências serão catastróficas. Um dos filmes mais reputados do cineasta dinamarquês. Primeira exibição na Cinemateca.
 
18/12/2018, 18h30 | Sala Luís de Pina
O Que Quero Ver

Por sugestão dos espectadores
Stalag 17
Inferno na Terra
de Bily Wilder
com William Holden, Don Taylor, Otto Preminger, Robert Strauss, Peter Graves, Neville Brand, Sig Ruman
Estados Unidos, 1953 - 120 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Tudo pode ser alvo da ironia do mestre da comédia que é Billy Wilder, mesmo situações dramáticas como a de STALAG 17, ambientado num campo de prisioneiros americanos na Alemanha, no Natal de 1944. Trata-se de um dos filmes mais irreverentes de Wilder, que veio quebrar a imagem estabelecida sobre os campos de prisioneiros, e abalar o mito da solidariedade. Em STALAG 17, a sorte protege os "empreendedores" e o seu sucesso provoca não poucas invejas, o que serve de pretexto para um ajuste de contas, num espaço exclusivamente masculino, no qual a presença feminina é a “pin-up” pregada na parede.
 
19/12/2018, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
O Que Quero Ver

Por sugestão dos espectadores
Tous les Matins du Monde
Todas as Manhãs do Mundo
de Alain Corneau
com Gérard Depardieu, Jean-Pierre Marielle, Anne Brochet
França, 1991 - 115 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Ambientado no século XVII, entre músicos da corte de Luís XIV, este filme foi um inesperado sucesso, que contribuiu para a moda da música barroca em finais do século XX. Os protagonistas existiram verdadeiramente: são Marin Marais e o seu antigo mestre Sainte-Colombe, que vive retirado, recusando as glórias do mundo e critica violentamente o seu antigo aluno por este tocar na Corte. No entanto, Marais continua a ver secretamente a filha de Sainte-Colombe. A música é interpretada por nomes célebres, como Jordi Savall e Montserrat Figueras. Tony Rains observou que “os filmes de época costumam ser sinónimo de excesso e desenrolam-se diante das câmaras, seguros de que estão a mostrar a História. TOUS LES MATINS DU MONDE é organizado de maneira muito diferente.” Primeira exibição na Cinemateca.
 
20/12/2018, 15h30 | Sala M. Félix Ribeiro
O Que Quero Ver

Por sugestão dos espectadores
The Misfits
Os Inadaptados
de John Huston
com Clark Gable, Marilyn Monroe, Montgomery Clift, Eli Wallach, Thelma Ritter
Estados Unidos, 1961 - 124 min
legendado eletronicamente em português | M/12
Escrito diretamente para o cinema por Arthur Miller que escolheu Huston como realizador por considerá-lo o único capaz de conseguir levar a bom porto o projeto pensado para a sua então mulher, Marilyn Monroe, que compõe aqui a mais dramática personagem da sua filmografia. A preto e branco, no árido cenário do deserto do Nevada, THE MISFITS segue a história da desencantada Roslyn (Marilyn), que procura uma nova oportunidade de vida nos braços de um velho cowboy (Gable), ele próprio desajustado no mundo moderno. Foi o último filme de Gable e de Marilyn Monroe. E é um filme em que as convenções do cinema clássico hollywoodiano já cedem lugar ao cinema moderno.
 
20/12/2018, 18h30 | Sala Luís de Pina
O Que Quero Ver

Por sugestão dos espectadores
Bhowani Junction
de George Cukor
com Ava Gardner, Stewart Granger, Bill Travers
Estados Unidos, 1956 - 110 min
legendado eletronicamente em português | M/12
O único filme de Cukor do pós guerra que não teve estreia comercial em Portugal, apesar de um elenco dominado por duas vedetas então muito populares: Ava Gardner e Stewart Granger. A razão está ligada ao tema (os conflitos pró-independência na Índia britânica), numa altura em que Portugal estava de relações cortadas com a União Indiana graças ao contencioso de Goa. Ampliando o escopo habitual do seu cinema (a história passa-se sobre o fundo da violenta divisão da Índia, quando esta se tornou independente), Cukor explora de forma fabulosa o Cinemascope para contar a história de uma mestiça dividida entre a educação britânica e as raízes indianas e temerosa da sua posição depois da independência do país.