Ver

Pesquisa

Notícias

Assunto: Programação
Data: 24/11/2017
Alteração à programação
Alteração à programação
Na impossibilidade de podermos exibir SÃO PAULO, A SYMPHONIA DA METRÓPOLE devido ao facto de, ao contrário do previsto, a Cinemateca Brasileira, não ter podido disponibilizar cópia do filme, na sessão de dia 28 (21:30) SÃO PAULO será substituído por CHELOVEK S KINOAPPARATOM / “O HOMEM DA CÂMARA DE FILMAR”, de Dziga Vertov, e, na sessão de dia 30 (22:00), por THE CITY, de Ralph Steiner e Willard Van Dyke. Como previsto, ambas serão introduzidas pela curta-metragem STRAMILANO. A sessão de dia 28 será acompanhada ao piano por Filipe Raposo.

Pelo facto, as nossas desculpas.
CHELOVEK S KINOAPPARATOM
"O Homem da Câmara de Filmar" 
de Dziga Vertov
URSS, 1929 – 80 min / mudo 
O HOMEM DA CÂMARA DE FILMAR é um autêntico manifesto de Dziga Vertov, o realizador mais radical e futurista da vanguarda soviética dos anos 20. Cinema de montagem, que recusa a trama narrativa, o actor e os intertítulos, cinema da “câmara-olho” (kino-glaz), mais perfeita do que o olho humano. De ressaltar as contribuições de Mikhail Kaufman na fotografia e de Elizaveta Svilova, mulher de Vertov, na montagem. Um “filme ‘ao contrário’, com uma expressão fabulosamente ritmada”, na opinião de Jean Rouch, para quem Dziga Vertov “era antes de mais nada um poeta, o documentarista das festas revolucionárias”, que acabou por ser “rejeitado pela sua sociedade.”

THE CITY
de Ralph Steiner,  Willard Van Dyke
Estados Unidos, 1939 – 43 min / legendado eletronicamente em português
THE CITY é um clássico do documentário sobre Nova Iorque durante a Depressão, retratando os vários aspetos urbanos do New Deal.